2 de mai de 2012

PR: COERÊNCIA MANDA RICHA RETIRAR A PEC DO DIPLOMA


O melhor que o governador Beto Richa tem a fazer é retirar da Assembleia Legislativa a proposta de emenda constitucional (PEC) em que suprime a exigência de diploma universitário para ingresso na Polícia Militar – requisito aprovado na Legislatura passada, em 2010, por unanimidade dos deputados. Dois motivos aconselham o governador a tomar esta iniciativa.

O primeiro deles, de ordem meramente política mas não menos importante, é o de não constranger os deputados. Afinal, a maioria dos que lá estão hoje foi reeleita para a atual Legislatura, e portanto votou, em 2010, pela instituição da exigência. Aliás, até posou para fotos vestindo camisetas de apoio à reivindicação da Polícia Militar de olho nos votos que sua participação em favor do aprimoramento profissional da corporação lhes renderia.


Esses mesmos deputados fazem parte hoje da majoritária bancada de apoio a Beto Richa. Seu comportamento, capitaneado pela liderança do deputado Ademar Traiano – que representa os interesses do Palácio Iguaçu no Legislativo – tem sido de obediência cega às ordens emanadas de cima. Agora, com a proposição da PEC de Beto Richa, esses deputados esquecerão o passado recente e votarão contra a decisão que eles mesmos apoiaram e, festivamente, em véspera de eleição, aprovaram em 2010? A menos que o governador queira pregar-lhes na testa o carimbo da incoerência.

O outro motivo para que Beto Richa mande recolher rapidamente a PEC funda-se nas declarações desastradas que deu logo após o primeiro protesto tornado público pela Amai, a associação que representa os milicianos. O presidente da entidade, coronel Elizeo Furquim, conforme registrou esta coluna na última quinta-feira, foi enfático: a proposta de Beto de eliminar a exigência de curso superior para ingresso na PM equivale a um “diploma do atraso” que o governo se confere.

O governador respondeu ao protesto no mesmo dia em entrevista à rádio CBN, justificando ser contra o diploma. Afirmou textualmente: “É uma questão de insubordinação: uma pessoa com curso superior muitas vezes não aceita cumprir ordens de um oficial, de um superior com patente maior.” Traduzindo o que quis dizer Beto Richa: um soldado diplomado em Direito teria mais tendência a transgredir a disciplina militar. Logo, partindo de tal premissa, infere-se que, na visão do governador, é melhor ter soldados menos intruídos, pois estes seriam mais obedientes!

Não seria, então, o caso de eliminar a exigência de diploma também para os oficiais? Ou, no extremo, fechar as universidades e a Secretaria da Educação, já que são instituições formadoras de um povo questionador, inclinado a não concordar passivamente com seus governantes?

É claro que Beto Richa, bem formado Engenheiro Civil, não pensa assim. Em razão da herança de amor à democracia que recebeu, certamente sempre discordou (e discordará) da política de descaso que governos autoritários costumam dedicar à educação, da qual foi vítima o próprio Brasil.

Vai daí que talvez lhe reste, para manter a coerência, tomar a sábia atitude de retirar seu projeto de pauta. A menos que detenha ainda outros argumentos para convencer o povo das ruas de que é melhor ter uma polícia com baixa escolarização.

fonte: gazeta do povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...