30 de jun de 2011

RETRATAÇÃO DA REDE GLOBO JÁ!!!

fonte: sgt valdemiro dusi jr - diretor apra/pr


Já basta! Chega! Mesmo quando estamos certos, estamos errados! As praças da Polícia Militar do Paraná querem saber o que a nossa Instituição fará a respeito, porque nós faremos a nossa parte para defesa da classe Policial Militar do Estado do Paraná. Vamos entrar em contato com o nosso Comandante Geral, com o Ministério Público Estadual, com a rede globo de televisão. Isso não pode ficar assim! Queremos no “mínimo” uma retratação pública da emissora nacional – rede globo, que se manifeste rapidamente pedindo desculpas aos valorosos profissionais de segurança pública de todo o Brasil, pois esta novela veicula em todo o País em horário nobre e com altas audiências.

Pois bem, para minha surpresa e profunda indignação e por acaso dou uma olhada para a televisão e vejo uma cena da novela “Insensato coração”, exibida em 29/06/2011, quarta-feira, exatamente às 21:40 horas, para a qual solicitei a minha esposa que me contextualizasse, para então saber se tratar da presença da polícia na residência de um alto executivo de banco que vem causando fraudes e estelionatos de grande monta, o que gera uma discussão com a filha do banqueiro, que se desenrola mais ou menos assim: A filha do banqueiro, um personagem feminino jovem, aos brados dizendo: “o que é isto, esta bagunça, invasão da minha casa, porque vocês não vão recolher mendigos e pedir propina para motorista bêbado!” e o outro personagem que seria um componente de organização policial, um senhor de terno, que não ficou claro se pertencia a Polícia Civil do Estado de São Paulo ou do Rio de Janeiro, ou ainda a Policial Federal, ali naquela cena, na condição de representante de uma instituição policial responde: “Calma lá, você está confundindo, eu não sou Guarda Municipal e nem PM”. Como se já não fosse suficiente aparecer em novelas e programas de humor, personagens como policiais fardados, representando indivíduos ignóbeis, sem autonomia, que beiram a idiotice instaurada no comportamento humano, seja por ser militar ou de uma organização de segurança ostensiva designada pelo uso do uniforme, como se os uniformes por nos igualar externamente, nos tirassem a personalidade e a capacidade de decisão ou de crítica.

Eu deveria ter registrado Guarda Municipal e PM em letras minúsculas, pois infelizmente é assim, com desdém e para menoscabar que a emissora global se refere as organizações municipais de segurança e as nossas queridas policias militares do Brasil. É absolutamente repreensível que uma emissora de televisão que sabe de sua obrigação ética e abrangência se referir a organizações defensoras da sociedade desta maneira.

É esta a emissora televisiva que se auto intitula como organização com obrigação social, quando na verdade está com o intuito de empurrar a opinião pública contra as organizações policiais que mais atuam nas sociedades, num flagrante de incitação a rebelião civil e contra a manutenção da ordem e da tranquilidade pública, pois estas são as conseqüências do desrespeito que a emissora prega pelas instituições policiais ostensivas fardadas, que diuturnamente e continuadamente defendem a sociedade contra toda sorte de acontecimentos e violência.

Nisto tudo reside o prejuízo maior, que se refere ao preconceito contra todos os componentes destas organizações policiais, que são rotulados de corruptos, ladrões, ignorantes e truculentos, como que indivíduos incapazes inclusive de fazer parte da sociedade. Que a população não se engane, pois são os componentes das policias, os homens que fazem parte da última fronteira de defesa da sociedade, pois quando os outros serviços do Estado não funcionam ou não dão conta da demanda social, é neste momento que entram as organizações policiais, principalmente as militares.

Nós homens e mulheres, profissionais da segurança pública, principalmente as praças que estão mais expostas à sociedade por atuar mais próximo dela, queremos, ou melhor exigimos respeito!

RJ: CÂMARA APROVA ANISTIA PARA BOMBEIROS E POLICIAIS

fonte: fábio campana


A Comissão de Constituição e Justiça aprovou hoje (30), a anistia criminal a cerca de 400 bombeiros e dois policiais militares do Rio de Janeiro presos durante manifestação por aumento de salários, ameaçados de serem transferidos para o complexo prisional de Bangu e que corriam o risco de serem expulsos da corporação e condenados pela Justiça.

O deputado Fernando Francischini (PSDB-PR) foi um dos parlamentares que protagonizou a defesa dos bombeiros e impetrou, no dia 4 deste mês, junto ao Superior Tribunal de Justiça, Habeas Corpus para a soltura dos detidos. Uniu-se com líderes do movimento dos bombeiros para pressionar os líderes dos partidos a incluir as propostas na pauta do Plenário e pedir a aprovação dos projetos que concediam anistia criminal aos profissionais que participaram dos protestos por melhoria salarial.

O texto aprovado inclui os bombeiros do Rio na anistia concedida pela Lei 12.191/10. Essa lei, por sua vez, anistia policiais e bombeiros militares de nove estados punidos por participar de movimentos reivindicatórios por melhorias de vencimentos e de condições de trabalho ocorridos de 1997 a janeiro de 2010.

Francischini durante todo o dia de ontem e a manhã de hoje reuniu-se com representantes de policiais e bombeiros de vários estados, e disse que agora é hora de pressionar pela votação da proposta em segundo turno da PEC 300 e concluir com sua aprovação.

Francischini, autor de um dos requerimentos para o agendamento e inclusão na pauta, lembrou que desde março de 2010, o Governo Federal se comprometera a votar a PEC 300 logo após as eleições de outubro do ano passado, mas, desde então, o Palácio do Planalto tem protelado com a manipulação de sua base política e provocado o adiamento. Segundo ele, o Governo Federal resiste porque o texto prevê a criação de um Fundo, abastecido com recursos da União, para ajudar aos estados da federação a pagar os salários dos policiais e bombeiros, assegurando assim um piso salarial nacional unificado.

29 de jun de 2011

PR: EMANCIAPAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS, QUEM VAI GANHAR COM ISSO?

postagem original: wellington willian
dica do internauta: vários

Tenho recebido vários e-mails sobre a emancipação dos Corpos de Bombeiros do Paraná, até agora o Governo não se manifestou oficialmente sobre o assunto.

Mas o que está chamando a atenção é um quadro que circula na internet, com o demonstrativo do impacto financeiro com pessoal.

Nesse quadro a grande surpresa é o aumento expressivo com Oficiais e a manutenção dos Praças, espero que os Coronéis vão estar indo a campo em caso de emergência, pois estão aumentado em 450% as vagas para Coronel.

Será essa emancipação mais uma jogada dos Coronéis para suas Megas-Promoções ou realmente vai trazer alguma melhoria, resta saber somente à quem, essa melhoria vai alcançar: Oficiais, Praças ou População?

DEMONSTRATIVO DE IMPACTO FINANCEIRO COM PESSOAL PARA A
EMANCIPAÇÃO DO CORPO DE BOMBEROS DO PARANÁ:

VÍDEO: PM PODE FAZER GREVE?

fonte: tv de goiás
dica do internauta: jose carlos silveira

Este vídeo elucida muitas dúvidas sobre o direito de greve, as informações foram muito bem postas e esclarecidas por um juristas, que descreve sobre as ameaças que os pms sofrem diariamente.

Vale a pena conferir e tirar suas dúvidas, vídeo produzido pela Fonte TV de Goiás:

PEC 64: NOTÍCIAS SOBRE A ADIN 4504

fonte: apra/pr

Devido ao teor dos documentos e a minha falta de experiência no mundo jurídico, recorri aos companheiros da APRA/PR sobre o comando do Sargento Fontana, para uma orientação em relação ao andamento do processo de Inconstitucionalidade da Emenda Constitucional 29, impetrado pelo PTC junto ao STF.

Para detalhes sobre o andamento do processo, veja o link.

Através de seu Departamento Jurídico, sobre comando do senhor Rodrigo Manrich, obtive a seguinte reposta:

O processo de julgamento da ADI prevê a manifestação (opinião sobre o tema) do Procurador Geral da República (leia-se Ministério Público):

LEI No 9.868, DE 10 DE NOVEMBRO DE 1999

Art. 8o Decorrido o prazo das informações, serão ouvidos, sucessivamente, o Advogado-Geral da União e o Procurador-Geral da República, que deverão manifestar-se, cada qual, no prazo de quinze dias.

Trata-se simplesmente da atuação do MP na condição de fiscal da lei. Tal como ocorre, por exemplo, em processos nos quais haja interesses de menores (pedido de alimentos, tutela e etc). Nestes casos, o MP não é parte na lide, como ocorre em processos criminais.

Em resumo, o MP, cumprindo seu papel legal no processo de julgamento da ADI, emitiu sua opinião sobre a lide instaurada pelo PTC.

Muito embora a petição lançada pelo Procurador Geral da República ainda não esteja disponível para visualização, o registro do andamento processual nos informa que o MP opina pela improcedência da ação (constitucionalidade da emenda).

É certo que isso contribuirá no convencimento do Relator do processo. Contudo, não é motivo de euforia ou festa como tenho visto em comunidades que reúnem Policiais na internet. Isso porque, a decisão final caberá aos Ministros quando do julgamento da ADI, os quais não estão vinculados a manifestação do MP.

SOBRE A DEMOCRACIA E O REVANCHISMO

fonte: carta capital
dica do internauta: sgt fontana/aprapr

Este artigo exige um esclarecimento inicial. Para que os leitores da Carta Capital não me rotulem de ser discípulo do regime de caserna, que governou o Brasil por 21 anos, explico: humanista convicto, sou um crítico ácido de toda forma de violência, opressão e autoritarismo. Logo, também condeno com veemência o bizarro leque de atrocidades cometidas pelas forças policiais nas ruas, delegacias e presídios brasileiros.

O esclarecimento é necessário porque o objetivo deste artigo é defender o direito dos cidadãos de farda de se manifestarem livremente na sociedade. Já é hora de termos a coragem e a maturidade de repensar nossos conceitos – e nossas leis – sobre as categorias militares. Por mais vis que tenham sido seus crimes do passado (tanto quanto são os do presente), pelos quais seus responsáveis devem ser rigorosamente punidos, os militares não podem ser satanizados ad eternum.

Devem ser tratados da mesma forma que os civis – e, portanto, ter os mesmos direitos e deveres que eles. Não há razoabilidade na idéia de que constituem uma categoria distinta da sociedade, cuja tarefa se constitui somente em sacar maldades da cartola contra os civis, ainda que muitos o façam. Não duvidem: há gente boa entre eles.

Quero acreditar que uma delas é o soldado Rogério Weiers, da PM de São Paulo. Em 2004, o soldado teve a única e humilde casa que possuía penhorada pela Justiça para cobrir o prejuízo material que causou quando bateu sua viatura contra o veículo de uma família, durante perseguição a um suspeito. A Lei 8.009, que impede a penhora do imóvel onde uma família reside, foi jogada às traças neste caso exemplar de cegueira dos homens de toga.

Sim, a inspiração deste artigo foi a lamentável teia de acontecimentos relacionada ao levante dos 440 bombeiros na cidade do Rio de Janeiro. Deles, em nome da audiência e da defesa da exigência constitucional que lhes nega o direito de se rebeliar, falou-se tudo na intenção de puni-los pela rebeldia de exigir melhores condições de trabalho.

Foram apresentados à sociedade brasileira como “covardes”, “irresponsáveis” e “vândalos” , nas palavras raivosas vociferadas aos microfones da mídia carioca, com inigualável teatralidade, pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, no Palácio Guanabara. Deveria ter dito, também, que policiais do Batalhão de Choque da PM foram ameaçados por apoiar o grupo, por ordem dos seus superiores. E que recai sobre seus ombros a principal carga de responsabilidade pelo fato de o problema não ter sido solucionado, nos seus quatro anos anteriores de mandato.

É verdade que, no desespero da causa que defendiam, muitos dos 440 bombeiros cariocas cometeram o crasso equívoco de levar esposas e filhos ao local da rebelião e de depredar mobiliário público. Mas há quem faça coisa bem pior com os tostões alheios, sem no entanto receber a pecha de baderneiro e inconsequente.

Não se pode classificar de “covarde” e “irresponsável” quem ganha seu pão de cada dia salvando vidas em troca de R$ 950 mensais – o menor salário da categoria no Brasil. Esta é a razão pela qual deve-se perguntar se as declarações do governador são expressão legítima dos ventos que emanam da maioria da sociedade ou do mais genuíno e demagógico oportunismo político.

Ainda mais quando se sabe que esta mesma categoria do bombeiros, segundo sondagem nacional feita pelo Ibope em 2009 por meio do Índice de Confiança Social, ficou em primeiro lugar em uma disputa com outras 17 instituições. Só para constar: os políticos, como Cabral, ficaram em último. Se os bombeiros merecem tanta confiança da sociedade, merecem, igualmente, a sua anistia, que será apreciada esta semana pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

O revanchismo, decididamente, não é um aliado da democracia. É cúmplice da vingança, do preconceito, da ignorância e do ódio. Os mesmos elementos que, de maneira sórdida, fundiram-se para garantir os longos anos de chumbo aos quais nos referimos no início deste artigo.

Gostaria de pedir a todos que acessam o portal e queiram postar algum comentário.

Que acessam a página de origem do artigo e postem seus comentários, o tema em questão é de suma importância a classe miliciana.

PR, VÍDEO: MAIS UMA DO PELOTÃO DE CHOQUE DE CASCAVEL, JOVEM É FLAGRADA COM 2 MIL COMPRIMIDOS DE ECSTASY ENROLADOS NO CORPO

fonte: cgn
dica do internauta: paulo

Uma jovem de 21 anos foi detida nesta noite (23) em Cascavel com aproximadamente 2 mil comprimidos de ecstasy.

Durante operação do Pelotão de Choque da Polícia Militar no Terminal Rodoviário, Yara Rosa de Oliveira foi abordada, ela estava em um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu/São Paulo.
Após revista pessoal, comprimidos foram encontrados amarrados ao corpo do jovem e outra parte estava dentro do sutiã.

Yara disse a polícia que pegou a droga em Foz do Iguaçu, pelo transporte a São Paulo ela receberia R$ 2 mil.

Ela será encaminhada para a carceragem da 15ª SDP (Subdivisão Policial) onde irá responder pelo crime de tráfico de drogas.

PR, VÍDEO: PELOTÃO DE CHOQUE DE CASCAVEL, APREENDE 2.500 COMPRIMIDOS DE ESTIMULANTES SEXUAIS

fonte: cgn
dica do internauta: paulo

A Polícia Militar (PM) de Cascavel apreendeu aproximadamente 2.500 comprimidos de estimulantes sexuais contrabandeados do Paraguai, na noite de ontem (16).

A apreensão ocorreu durante operação realizada pelo pelotão de Choque da PM, na avenida Tancredo Neves.

Em um ônibus que seguia de Foz do Iguaçu para Araguari/MG, os policiais encontraram 1.770 comprimidos de Pramil e 22 de Cialis. Os medicamentos foram abandonados embaixo de um banco, não sendo localizado do dono da mercadoria.

Em outro ônibus, José Egildo Gadelha, 67 anos, foi preso com 800 comprimidos de Pramil. O acusado foi encaminhado para a 15ª Subdivisão Policial (SDP) e pode responder pelo crime contra saúde pública.

VÍDEO: PENSA EM UM CARA BOM DE BRIGA!!!

fonte: youtube
dica do internauta: marcel

Uma briga de transito, na Índia. Um homem de uma só vez, consegue bater em mais de três homens...


VÍDEO: RÁPIDO NO GATILHO, VAI TREINANDO!!!

fonte: youtube
dica do internauta: stecinski


28 de jun de 2011

PR: ALEP VAI GASTAR R$ 802 MIL COM CELULAR POR ANO

fonte: joice hasselmann

A Assembleia Legislativa do Paraná vai gastar 802 mil reais por ano em ligações telefônicas para celular.

O serviço de roteamento foi licitado nesta terça-feira. A proposta vencedora foi da empresa Vivo, única participante.

O valor ficou 52,47% menor que o valor do pregão presencial. O edital previa até 1 milhão e 200 mil reais para doze meses.

O minuto da chamada local de telefone móvel para móvel da mesma operadora vai custar R$ 0,25. Para operadoras diferentes o valor é de R$ 0,50.

Já os valores para as chamadas para dentro do estado da mesma operadora e para fora de operadoras diferentes vão variar de 40 centavos a até um real.

POLÍCIA FARDADA VERSUS POLÍCIA À PAISANA

fonte: ig


Uma das situações inusitadas e arriscadas possíveis no desempenho do serviço policial é o embate entre guarnições de serviço e policiais à paisana, que geralmente andam armados, e caso não sejam identificados rapidamente podem ser confudidos com criminosos. Hipoteticamente, pense no caso em que um policial tem seu carro roubado, e reage ao roubo, trocando tiros com o criminoso.

Caso alguma guarnição de serviço passe no local do tiroteio, ou mesmo chegue através de denúncia, o risco do policial que está reagindo ao assalto ser confundindo com o assaltante é alto, daí a necessidade de máxima cautela na identificação dos verdadeiros criminosos. Uma ocorrência recente da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) mostra o quanto pode ser trágica ocorrências similares à descrita:

O soldado Rodrigo Aparecido Pansani, de 27 anos, lotado nas Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), foi morto a tiros, por volta das 20h45 desta sexta-feira, dia 24, por colegas das Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicleta (Rocam), na altura do nº 5.500 da avenida dos Bandeirantes, próximo ao aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo.

O soldado, que estava à paisana, de moto e com arma em punho, ao lado de um carro que havia sido utilizado por criminosos, foi confundido com um bandido.

Tudo começou na residência nº 278 da rua Camundó, no Planalto Paulista, bairro vizinho, onde o dono da casa, um senhor, deficiente audiovisual, que realiza banho e tosa em animais, entregava um cachorro ao dono na porta da residência.

Três bandidos chegaram, anunciaram o assalto e invadiram casa. Um vigia da rua viu e acionou policiais militares do 12º Batalhão.

Ao chegarem em frente ao imóvel, os PMs flagraram o trio deixando a casa em um Fiat Stilo preto. Na troca de tiros, um dos policiais foi baleado de raspão e, na sequência, encaminhado para o Hospital Santa Cruz.

O soldado Pansani, que estava em uma Honda Biz preta, também passava pelo local e começou a perseguir os criminosos, que entraram na avenida dos Bandeirantes, onde abandonaram o Fiat Stilo, atravessaram a pista e, do outro lado, roubaram um Honda Civic. Ao parar ao lado do Fiat, já cravejado de tiros, o soldado, com arma em punho e à paisana, foi abordado por colegas da Rocam.

Ao se virar e mostrar a arma, o soldado, sem tem tempo de se identificar como policial militar, foi baleado e morto ali mesmo. Os bandidos continuam foragidos. O caso foi registrado no 27º Distrito Policial, do Campo Belo.

Um desastroso acontecimento, que além de ter ceifado a vida de um policial deixará sequelas na consciência do autor dos disparos, fora os problemas jurídicos decorrentes da ação. A não ser que o policial atingido estivesse de fato envolvido com o crime e tenha reagido à abordagem, algo que só as investigações poderão dizer. Eis apenas uma das várias dimensões complexas da atividade policial.

PEC 300: GOVERNADORES TEMEM O CUSTO DO NOVO PISO SALARIAL DOS POLICIAIS, MAS NÃO TEMEM O AUMENTO SALARIAL DE SEUS DEPUTADOS

fonte: blog da renata

Governadores temem os custos da eventual aprovação da emenda constitucional que cria um piso salarial para policiais e bombeiros em todo o país.

Em Pernambuco, o governo de Eduardo Campos (PSB) disse que só irá concordar com a emenda se o governo federal pagar a diferença salarial.

O secretário de Imprensa, Evaldo Costa, alegou que os governadores não podem ter aumento de despesas sem ter receita para cobrir o custo.

O governo da Bahia, do petista Jaques Wagner, estimou que a aprovação da PEC terá impacto anual superior a R$ 1 bilhão nas contas do Estado e tornará impossível o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

O salário inicial na Bahia é de R$ 2.101.

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), apoiou a discussão, mas disse que a emenda trará um problema financeiro ao Estado.

O Rio Grande do Sul paga um dos salários mais baixos do país a policiais, R$ 1.100.

27 de jun de 2011

PR: RONE AJUDA NA PRISÃO DE QUADRILHA QUE ROUBAVA MERCADOS EM CURITIBA

fonte: fernanda deslandes

Dois integrantes de uma quadrilha que roubou um mercado em Curitiba foram detidos em Colombo, durante a fuga. O assalto foi cometido pouco antes das 14h de ontem, na Rua Pery Sotto Maior Bittencourt, Atuba.

Um adolescente de 16 anos e dois rapazes invadiram o estabelecimento, renderam funcionários e quatro clientes, e mandaram todos irem para trás do balcão do açougue.

Quando todas vítimas estavam deitadas, o adolescente pegou o carro Uno do proprietário, e os adultos pegaram R$ 600 do caixa. Sérgio Murilo Rodrigues, 19 anos, o “Beiço”, fugiu com o adolescente.

O outro assaltante, que estava armado, fugiu em um Monza que dava cobertura ao roubo. O dono do mercado ligou para a 3.ª Companhia do 20.´ Batalhão de Polícia Militar e descobriu que acontecia uma operação na região, e várias viaturas estavam em patrulhamento.

Perseguição

Rapidamente o Uno foi localizado, e os policiais iniciaram a perseguição. A dupla abandonou o carro no bairro Monte Castelo, em Colombo, e se dividiu, correndo a pé. “Beiço” foi preso pelos policiais do 20.´ Batalhão.

O adolescente foi apreendido, minutos depois, por policiais da RONE, que prestaram apoio nas buscas pelos suspeitos. Ele se escondeu nos fundos de uma casa. Com ele foram apreendidos R$ 300 levados do mercado. A arma usada no roubo não foi localizada.

A dupla foi encaminhada para a delegacia do Alto Maracanã e reconhecida pelas vítimas. “Beiço” já cumpria pena por roubo e foi solto há uma semana. Em pouco mais de um ano, este foi o segundo roubo ao mesmo mercado.

PR: TRAFICANTE ÉDER É CONDENADO A 22 ANOS DE PRISÃO

fonte: joice hasselmann
Foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão, em regime fechado, o traficante Éder Souza Conde, preso em Curitiba em 2010.

A justiça também confiscou imóveis e veículos avaliados em cerca de 4 milhões e meio de reais. A namorada de Conde, Suzimara Steff, classificada em 2º lugar no Miss Curitiba, também foi condenada. Ela deve cumprir três anos e seis meses de prisão.

Outras sete pessoas, acusadas de envolvimento com a quadrilha também vão cumprir pena. A operação que levou às prisões foi batizada de Ressaca.

O grupo chefiado por Éder distribuía cerca de 100 quilos de cocaína a cada três meses. A droga era vendida em Curitiba e região metropolitana.

O lucro era tanto que o traficante tinha na garagem um Porsche e uma Ferrari. As condenações ocorreram na última semana.

26 de jun de 2011

SE: POLICIAL ABRE CELA EM SERGIPE E COMEMORA SÃO JOÃO COM DETENTOS

fonte: uol

Sete presos de uma delegacia na cidade de Areia Branca, cidade a 36 quilômetros da Capital de Sergipe, Aracaju, receberam como presente de São João a liberdade. A policial civil Analice Aciole, que estava no plantão da noite de São João, abriu as celas e comemorou com os detentos.

Analice distribuiu bebidas alcóolicas para todos e, de acordo com vizinhos, a noite foi de grande algazarra e risadas na delegacia. A policial foi flagrada bebendo com os presos e responderá por porte ilegal de armas e fuga de presos.

De acordo com a Corregedoria de Polícia da cidade, os detentos só não fugiram porque não quiseram. Familiares de Analice contaram à polícia que ela sofre de depressão e toma remédios controlados. As informações são do site Jornal da Cidade.

PEC 64: COMO É ORGANIZADA A POLÍCIA NOS EUA

fonte: casos de polícia

Em tempos de PEC, manifestação de bombeiros e políciais, outro assunto que corre pelos corredores da Câmara dos Deputados e no Senado Federal, e tem total apoio da Presidente do Brasil Dilma Rousseff, é a unificação das Polícias, que inclusive já existe um projeto pronto para ser votado.

Abaixo existe um pequeno quadro de como é a carreira do policial das cidades nos EUA é dividida em cargos, e não por patentes. Apesar do nome, nada tem a ver com o modelo militar de organização, com diversas patentes. Os cargos existentes são:

Officer – em português, Oficial, ou popularmente para nós, Guarda.
Detective – é o Detetive, cargo que pode ser alcançado opcionalmente após 2 anos de profissão, por concurso interno.
Sargent – o Sargento é o cargo ocupado pelo policial após 4 anos de profissão.
Liutenant – Tenente, após 6 anos.
Captan – Capitão, após 8 anos de exercício na função policial.

Leia mais...

24 de jun de 2011

VÍDEO: "TEM GENTE QUE PEDE PRA APANHAR"

fonte: youtube

A violência policial é considerada um dos pontos de aferição da democracia de um país. Quanto mais violentas as polícias, dizem vários especialistas, menos democrática a Nação.

Mas, o que faz um policial se exceder em sua atuação?

No vídeo em destaque, muitas conjecturas podem ser colocadas, mas provavelmente nenhuma pode ser aceita como definitiva.

Precisamos internalizar o entendimento de que é necessário se afastar sentimentalmente o máximo da ocorrência.

As polícias precisam ensinar esta complexa prática aos seus profissionais.

BR: ESSA É PRA ACABAR, IGREJA UNIVERSAL VAI "SEPROCAR" FIÉIS EM ATRAZO

fonte: g17

A Igreja Universal vai enviar para o SPC/SERASA os fiéis que estão com o pagamento do dízimo em atraso. A medida tomada pelos bispos com o objetivo de reduzir a inadimplência por parte dos fiéis. O departamento de finanças e arrecadação da Igreja, não informou a quantidade de inadimplentes, mas estimasse que os maus pagadores estão causando um prejuízo mensal de quase 1 bilhão de reais.

Quem estiver devendo o dízimo e não quiser ter o nome incluso no SPC ou SERASA, deve entrar em contato com a Universal para renegociar a dívida, podendo parcelar no cartão de crédito o débito, com uma baixa taxa de juros de 72% ao mês.

Além da inclusão dos devedores no SPC e SERASA, a diretoria financeira pretende também cobrar multa, de rescisão de contrato, caso um fiel troque a Universal por outra igreja.

José da Silva Rodrigues Pimenta Pereira, disse que acha justa a medida da Universal, pois vai fazer com que os fieis sejam pontuais com o dinheiro de Deus. “Eu ganho 500 reais, e pago 200 reais pra Universal, nunca atrasei um pagamento, e tem gente que ganha muito mais que eu e atrasa, não acho justo, a Universal tem que tomar uma medida mesmo”, disse José ao repórter de G17.

PEC 300: A PEC 300 SENDO JANTADA...

fonte: blog do noblat


A nota foi divulgada há quase uma semana, mas traz o aroma dos bastidores da negociação em torno da PEC 300, que estabelece o Piso Salarial Nacional para as polícias e bombeiros brasileiros. Segundo a Folha de São Paulo, a recém-empossada Ministra das Relações Institucionais, a excelentíssima senhora Ideli Salvatti, protagonizou o seguinte episódio:

Em jantar com governadores do Nordeste, Ideli Salvatti pediu o engajamento de todos para evitar a aprovação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais.

Eduardo Campos (PSB-PE) reagiu: “Eu não vou para a porta do Congresso pedir voto contra um projeto que o Tarso Genro rodou o Brasil defendendo” – o então ministro da Justiça era a favor da emenda, com a ressalva de que não se deveria fixar valores.

Quando a nova ministra mencionou que, desde segunda-feira, pedia a Dilma Rousseff que os recebesse, Campos atalhou: “Com todo o respeito, a senhora sentou nessa cadeira agora. Nós somos governadores eleitos. Não precisamos de ajuda para falar com a presidente”. E completou: “Nós somos aliados! Não estamos aqui para chantagear o governo!”.

Leia no Blog do Noblat

Enquanto isso, no Rio Grande do Sul, onde o ex-ministro Tarso Genro acabou de ser eleito Governador, policiais estendem a seguinte faixa na fronteira do estado:

PEC 300: GOVERNO NÃO VAI APROVAR A PEC 300!

fonte: o estadão

Sob intensa pressão do PT paulista e do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), logo após demissão de Antonio Palocci da Casa Civil, a ponto de temer pela governabilidade, a presidente Dilma Rousseff surpreendeu e passou a trabalhar intensamente nos bastidores da política para debelar crises.

Nos últimos dez dias Dilma fez mais política do que nos cinco primeiros meses de governo, conta um auxiliar. Primeiro, escolheu a senadora Gleisi Hoffmann para substituir Palocci de forma solitária, sem nem consultar seu padrinho Luiz Inácio Lula da Silva. Depois, ignorou articulação feita pelo presidente da Câmara com petistas de São Paulo para levar o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), para a coordenação política. Optou pela ex-senadora Ideli Salvatti.

Em seguida, exigiu de Vaccarezza, do líder do PT, Paulo Teixeira (SP), do ex-presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do ex-presidente nacional do partido Ricardo Berzoini (SP) que assinassem uma trégua. Afirmou que a crise alimentada pela briga deles desde a eleição de Marco Maia, em fevereiro, ameaçava contaminar o governo, a base aliada e o próprio partido.

Por fim, Dilma resolveu acertar as contas com Marco Maia, que ameaçava votar dois projetos - a regulamentação da Emenda Constitucional 29 e a Proposta de Emenda Constitucional 300 - que podem causar um rombo de R$ 40 bilhões no Tesouro. De acordo com funcionários do Planalto, foram quatro conversas, as três primeiras muito tensas, ríspidas, chamando o presidente da Câmara à responsabilidade. A última conversa, na quinta-feira, já foi mais tranquila.

O lado de Marco Maia confirma os quatro contatos. A diferença, na versão do presidente da Câmara, é quanto à forma. Segundo seus assessores, todas as conversas foram tranquilas. O certo é que, aos gritos ou não, Dilma não se deixou emparedar pelo presidente da Câmara. E arrancou dele o compromisso de que não facilitará a votação das propostas.

A regulamentação da Emenda 29 pode causar um rombo de R$ 8 bilhões no Tesouro. Ela vai definir os gastos mínimos da União para a área da saúde e o que é esse conceito. O rombo da PEC 300 é calculado em R$ 32 bilhões. Essa emenda constitucional unifica o piso salarial das polícias e faz com que a União compense os gastos dos Estados. Na opinião de Dilma Rousseff a aprovação das duas propostas inviabilizaria seu governo.

O senador Jorge Viana (PT-AC) atribui à cobiça eleitoral de seu partido e às desavenças internas a causa da maior crise do governo de Dilma Rousseff, que começou com o escândalo envolvendo Palocci em suspeita de enriquecimento ilícito e continuou com a briga dos petistas de São Paulo. Ele quer que o PT pare de brigar com o PMDB. 'Temos de ter a consciência de que casamos com o PMDB. Eles têm os mesmos direitos. Não podemos ficar querendo tudo para nós.'

22 de jun de 2011

PR: POLICIAL MILITAR MATA TRÊS PESSOAS EM MUNHOZ DE MELO

fonte: o diário

Um policial militar matou três homens por volta das 5h desta terça-feira (21), em Munhoz de Melo (a 45 km de Maringá). Ele estaria fazendo patrulhamento sozinho quando viu três indivíduos em situação suspeita, na praça principal da cidade. Segundo a PM, os homens eram investigados por comprar drogas em Santa Fé e revender no município.

Conforme o responsável pela comunicação social do 4º Batalhão, tenente Cláudio Rocha, o grupo estava dentro de um Logus, com placa de Ivatuba, quando o policial desceu da viatura e, ao fazer a abordagem, um dos indivíduos saiu do carro e sacou uma faca, atacando o policial. Este revidou, acertando dois tiros no agressor. João Luiz Duarte, de 49 anos, morreu na hora.

Em seguida os outros dois comparsas teriam partido para cima do policial, entrando em luta corporal, tentando tomar a arma dele. Um dos homens também estaria armado com uma faca.

Segundo a PM, para se defender, o oficial teria feito vários disparos, matando os outros dois homens. Eles foram identificados como Gilmar José dos Santos, de 32 anos e Aguinaldo Rodrigues, de 24 anos.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá, que confirmou que os três homens foram baleados na cabeça e no peito.

O policial envolvido é o soldado Zeferino Pozzonofe, que está há 16 anos na corporação. Ele sofreu agressões leves e está internado no Hospital Metropolitano de Sarandi.

Conforme a PM, Santos tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas. Os outros dois homens não tinham passagem. Todos eram moradores de Munhoz de Melo.

Peritos da criminalística da 9ª Subdivisão de Polícia Civil estiveram no local. A delegacia de Santa Fé deve instaurar um inquérito para verificar se a atitude do policial foi correta. O 4º Batalhão também deve investigar a situação.

POLICIAL SOZINHO

Segundo o tenente Rocha, o soldado envolvido era o único policial trabalhando na pequena cidade de Munhoz de Melo (aproximadamente 3,6 mil habitantes). "Nosso efetivo é muito pequeno. Para não deixar a cidade sem segurança, mandamos um policial para fazer o patrulhamento. Mas acredito que com a Escola de Soldados em Maringá a situação vai mudar", afirma o tenente Rocha. A quantidade de policiais que trabalham no destacamento da cidade não foi divulgada.

O soldado Pozzonofe deve ficar alguns dias afastado da Polícia Militar, conforme regulamento da corporação em situações envovendo morte. "É um tempo para o oficial se recuperar psicologicamente, mas isso não é uma regra. Se a corporação entender, após o inquérito, que ele agiu em legítima defesa, ele pode retornar assim que se recuperar das lesões", afirma.

BR, VÍDEO: MULHER DANÇA EM CIMA DA VIATURA DA PMESP

fonte: youtube

Lembram das imagens onde uma mulher dançava em cima da viatura da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), e acariciando policiais, que geraram uma polêmica enorme mesmo sem ninguém ter encontrado o vídeo no Youtube? Pois é.

Acabaram de divulgar as cenas por lá.

Me parece que os policiais acabaram sendo liberais demais na ocorrência (que parece ter sido de perturbação de sossego), e já estão respondendo pela empolgação.

Será que as cenas não poderiam ser evitadas?

BR, VÍDEO: POLÍCIA FEDERAL ANALISA ESGOTOS PARA MEDIR O CONSUMO DE DROGAS

fonte: danillo ferreira


Apesar da variedade de carências que as polícias sofrem em todo o Brasil, inclusive a Polícia Federal, ainda há espaço para inovação e criatividade no desenvolvimento de técnicas e trabalhos que contribuem com a eficiência no serviço policial. É o caso do projeto “Quantox”, da Polícia Federal, um instrumento de análise criminal que ajuda no levantamento da quantidade e da localização do consumo de drogas nas cidades.

O Quantox se baseia em amostras de esgotos para aferir a quantidade de substâncias oriundas de entorpecentes presentes na urina humana. Com o resultado da análise, os peritos podem afirmar as regiões das cidades em que o consumo é mais intenso, bem como a quantidade de droga consumida em determinada localidade. Entendam melhor o projeto:

Grande parte do que é consumido pela população de uma cidade vai parar no esgoto. No caso do consumo de drogas não é diferente. Ao usar cocaína, por exemplo, o organismo humano metaboliza o entorpecente e expele um composto chamado Benzoilecgonina – substância identificada em amostras de urina dos usuários.

Assim, partindo do princípio dos exames antidopings, pesquisadores desenvolveram o projeto “Quantificação de Analitos Tóxicos”, denominado QuAnTox. O trabalho permite que, através do monitoramento da malha de esgotos, os peritos criminais federais consigam calcular, em análises de laboratório, a quantidade da droga consumida em uma determinada região.

Desenvolvido pela criminalística da Polícia Federal (PF), por iniciativa do projeto INCTAA/CNPq (Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Analíticas Avançadas) e em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de Brasília (UnB) e Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), o QuAnTox coletou amostras de seis estações de tratamento de esgoto do Distrito Federal (DF). Com o monitoramento, foi possível avaliar a quantidade de cocaína consumida e em quais localidades o uso da droga teve maior incidência.

Leia mais…

Abaixo, matéria do Jornal da Cultura falando sobre o projeto:


Como disse o coordenador do projeto, a iniciativa pode ser facilmente desenvolvida nas polícias estaduais. Uma boa forma de orientar as polícias preventivamente na redução do consumo de drogas, ou mesmo na desarticulação de quadrilhas que as comercializam.

RJ, VÍDEO: FLAGRA! HELICÓPTERO PCERJ DISPARA CONTRA MARGINAL COM FUZIL

fonte: youtube

Sabem aquelas cenas de filme em que os espectadores se admiram com a sorte do bandido, que apesar de ter vários disparos de arma de fogo contra si sempre sai ileso?

É mais ou menos isso que aconteceu nesta ocorrência da Polícia Civil do Rio de Janeiro, onde um helicóptero blindado da PCERJ tentara interceptar um veículo New Civic (ignorem a narração sensacionalista).

De repente, o suspeito sai do carro com um fuzil na mão, e aí já viu…

A pergunta inevitável é: se um tiro acerta o suspeito pelas costas, a legítima defesa estaria caracterizada?

PEC 300: SERÁ USADA EM CHANTAGEM

fonte: estadão


A política brasileira funciona na base do “toma lá da cá”, ou seja, aquele político ou grupo político que se interessar em ver implementada determinada medida, se precisar do apoio de colegas, precisa lhes dar algo em troca – o apoio em outra medida, algum cargo para os afiliados do colega etc. Foi mais ou menos isso que ocorreu quando a bancada evangélica da Câmara, composta por nada menos que 74 deputados, pressionou o Governo Federal pela não-aprovação do Kit Anti-Homofobia, que seria distribuído para adolescentes em escolas onde fosse detectado o problema da homofobia. Caso a medida fosse aprovada, os deputados ameaçaram convocar o ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, para depor na Câmara, sob a suspeita de corrupção.

A Proposta de Emenda Constitucional de número 300, a PEC 300, está no centro de outra jogada chantagista, desta vez por parte de deputados que querem a “liberação de emendas orçamentárias e de nomeação para os cargos de segundo e terceiro escalões” (as emendas orçamentárias são dispositivos que liberam recursos para os deputados realizarem obras e gastos em seus rincões eleitorais). Caso o pleito dos digníssimos deputados não seja aprovado, eles prometem fazer ao Governo o “mal” de aprovar a PEC 300 – já que o Governo Federal é contra a aprovação do projeto.

O Estadão explicou como está se dando a jogatina:

BRASÍLIA – A base aliada na Câmara já tem pronta uma “agenda de retaliação” ao Palácio do Planalto, caso suas reivindicações de liberação de emendas orçamentárias e de nomeação para os cargos de segundo e terceiro escalões não sejam atendidas pela nova coordenação política. Duas emendas estão no “kit represália” ao governo: a que estabelece piso salarial nacional para os policiais (a PEC 300) e a proposta que regulamenta os gastos com saúde pela União (a emenda 29).

A ideia dos aliados é votar a emenda da saúde antes do recesso. O sinal verde foi dado nesta semana pelo presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), que prometeu pôr a proposta em pauta depois do fim da votação da medida provisória que permite a realização a toque de caixa das obras para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016. O governo é contra a proposta, sob alegação de que haverá aumento das despesas da União com a saúde sem contrapartida financeira.

“Está na hora de o governo começar a se preocupar com a emenda 29. Não dá para chegar na hora da votação e dizer que não pode votar”, alertou o líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN). “O apelo da emenda 29 na Câmara é mais forte do que o Código Florestal.”

Os deputados que defendem a PEC 300 devem aproveitar a má-intenção dos aliados do Governo, e pressionar para que, pelo menos, mais um turno da medida seja aprovada na Câmara. O lamentável é que na política brasileira a dignidade e valorização profissional dos servidores da segurança pública fica a mercê de interesses políticos menores.

Este é o Brasil!!!

BR, VÍDEO: R$ 11.545,00 POR MINUTO - ESTE É O PREÇO DE NOSSOS GOVERNANTES

fonte: blog pec300

R$ 11.545,00 POR MINUTO - ESTE É O PREÇO DE NOSSOS GOVERNANTES PARA OS CONTRIBUINTES DO BRASIL.

A pergunta é: ESTÁ VALENDO A PENA?????

Este vídeo é sobre a Matéria do "Bom dia Brasil" sobre o ELEVADO custo dos políticos no Brasil aos cofres públicos. Não deixe de ver e INDIGUINE-SE!

Quem paga essa conta somos EU E VOCÊ!

O MINUTO trabalhado aqui, custa ao CONTRIBUINTE: R$ 11.545,00

PR: "GUARDA MUNICIPAL DE CURITIBA É BEM MAIS PREPARADA QUE A POLÍCIA MILITAR", AFIRMA MARCELO PERUCHI, PRESIDENTE DO SINDICATO DAS GUARDAS MUNICIPAIS DO PR

fonte: banda b, g1
dica do internauta: jocowski

As atribuições das Guardas Municipais no Brasil é um tema de amplo debate, que inclusive chegou a Câmara dos Deputados, pois a Constituição Federal define como responsabilidade das Guardas Municipais a segurança patrimonial do município.

Você acredita que a Guarda Municipal é mais preparada qua a PM? Comente e participe de nossa enquete!

De acordo com a matéria do portal Banda B o Vereador Jair Cezar, formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, declarou que: "A Função das Guardas Municipais é defender o patrimônio público, já que a segurança da população é atribuição exclusiva das Polícias Militares e Civis."

Diogo Monteiro, Diretor do Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba, Afirmou ao Portal Banda B: "Os guardas não querem ter apenas uma função patrimonial, muito menos sair das ruas."

Presidente do Sindicato das Guardas Municipais do Paraná e Guarda Municipal Marcelo Peruchi , afirmou em entrevista ao mesmo jornal: "A categoria é mais preparada que os próprios Policiais Militares para atenderem as ocorrências nas ruas de Curitiba."



Guarda Municipal de São José dos Pinhais Completou 6 Anos em 14 de Abril de 2011

Desde sua criação e atuação junto a comunidade, você leitor acredita que seu imposto foi bem aplicado, considerando que a quantidade de mortes em São José dos Pinhais subiU ao invéz de baixar.

Do dia 22 de Maio de 2011 até o dia 05 de Junho de 2011, 2 adolescentes e 10 homens foram mortos em São José dos Pinhais.

“Operação Constituição”, segundo o Jornal da Globo G1, em Maio de 2011 o Secretário Marcelo Jugend, sofrendo pressões há um mês autorizou que os Guardas Municipais de São José dos Pinhais, fossem para suas casas armados.

O detalhe mais importante é que o Brasil é uma Republica Federativa com 5564 Municipios e o Estado do Paraná com 399 deles onde deve imperar o cumprimento Integral das Leis, más o Secretário de 1 Municipio contrariou sua própria corregedoria e a Lei 10.826 (estatuto do desarmamento).

O desvio de função onera os cofres públicos, muitos municipios acabam contratando os serviços de Segurança Privada para proteger as escolas, postos de saúde e outros prédios públicos do municipio, quem paga a conta é o contribuinte.

21 de jun de 2011

PEC 64: ESCLARECIMENTOS SOBRE A VISITA DO DEP. MAURO MORAES AO 13° BPM

fonte: welington willian

Companheiros milicianos, conhecemos o caráter de uma pessoa é pelas suas atitudes e principalmente por sua humildade.

Hoje(21/06) por volta das 11h da manhã, meu telefone particular tocou e para minha surpresa ao atender, quem estava do outro lado da linha era o nobre Deputado Estadual Mauro Moraes, ele disse que atendendo a um pedido meu, gostaria de prestar alguns esclarecimentos sobre a sua visita ao 13° BPM.

Minha surpresa foi evidente em ouvir a voz de Mauro Moraes, pois pensei que algum assessor do deputado era quem iria fazer contato, para prestar tais esclarecimentos e minhas eventuais dúvidas.

Novamente afirmo, conhecemos as pessoas pela atitude e humildade e foi isso o que me surpreendeu na conversa que tive com o deputado, aonde demosntrou ser uma pessoa sincera, humilde e preocupada com a classe policial, mesmo sem ter o total apoio dos mesmo.

Em nome de toda a credibilidade que é depositada neste site peço aos senhores, vamos demonstrar mais apoio e depositar um pouco mais de confiança em Mauro Moraes e não só agora, mas sim nas próximas eleições.

Não preciso esconder que fui cativado, por toda a sinceridade que pude perceber nas palavras de preocupação aos policiais militares, não só em relação ao salário, mas nas condições de trabalho e ambiente familiar.

Pois bem dito isso, vamos esclarecer os boatos sobre a visita do deputado ao 13° BPM, realmente o deputado visitou as instalações do 13° BPM e conversou com os policiais que por lá estavam.

Esclareceu algumas dúvidas sobre a EC 29 e o que está fazendo para cobrar do Governador a implatação das medidas previstas na emenda.

Mas vale lembrar que o Deputado não é Governador, ele pode cobrar mas quem diz quando vai valer é o Governador.

O deputado está muito feliz, e essa felicidade é compartilhada com os policiais paranaenses, pois foi incluído no orçamento para o ano que vem, algo em torno de 4 bilhões no orçamento da segurança, o que realmente cria a disponibilidade em caixa para a implantação do subsídio.

Veja mais em, http://bodestive.blogspot.com/2011/06/pec-64-uma-luz-no-final-do-tunel.html.

Então amigos o Deputado Mauro Moraes esteve no 13° BPM, mas não falou nada em relação a valores, prazos ou datas.

Ele está sim, empenhado junto ao governo cobrando a implantação do subsídio, e das outras medidas previstas na EC 29 que vai beneficiar toda a Polícia Militar, não somente em termos de salário, mais que este recurso seja usado para as melhorias nas condições de trabalho dos milicianos.

Gostaria aqui de agradecer ao Deputado Mauro Moraes, por ter pessoalmente atendido ao pedido deste húmilde site e agradecer aos esclarecimentos prestados!


E dizer que o blogger BO de Stive, está e estará sempre a disposição do Depuatdo Mauro Moraes para as suas considerações a classe policial.


Nosso muito obrigado e conte conosco, equipe BO de Stive!!!

20 de jun de 2011

VÍDEO: POLICIAL FEMININA REAGE ASSALTO NO DF E MATA CRIMINOSO

fonte: youtube

No vídeo, uma policial civil feminina que reagiu a um assalto a um açougue e matou um dos suspeitos.

Segundo a descrição do vídeo, o fato se deu no Distrito Federal. Um dos assaltantes chega a atirar na policial, que aparentemente não foi atingida.

Situação muito tensa.

PR; APOSENTADOS E PENSIONISTAS PODEM RETIRAR O CONTRACHQUE NOS TERMINAIS DA CAIXA

fonte: aen

A Paranaprevidência não está mais enviando o contracheque mensal para as residências dos aposentados e pensionistas. Portanto, agora ele está disponível para impressão apenas nos terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal (inclusive nas Casas Lotéricas) e Internet Banking.

A emissão de até dois contracheques do mesmo mês de pagamento é gratuita, porém, a partir da terceira impressão (do mesmo contracheque) será cobrada tarifa, de acordo com a tabela de tarifas da Caixa.

COMO IMPRIMIR O CONTRACHEQUE NOS TERMINAIS DE AUTOATENDIMENTO DA CAIXA
1- Acesse sua conta corrente com o cartão do banco.
2- Selecione a opção SALDOS E EXTRATOS
3- Selecione a opção EMISSÃO DE DOCUMENTOS
4- Selecione a opção PARANAPREVIDÊNCIA/CONTRACHEQUES
5- Marque o mês que deseja visualizar e clique em VER NA TELA

Obs: Os aposentados e pensionistas que não recebem pela Caixa, continuarão a receber o contracheque em seus endereços.

BR: HOLANDA RECUA NA LIBERAÇÃO DAS DROGAS E O POR AQUI O STF, LIBERA GERAL

fonte: wellington willian

Enquanto os países desenvolvidos recuam, no que diz respeito a liberação de determinadas drogas, o Brasil segue em direção contrária, ou devo dizer o STF segue direção contrária.

O que esse STF está fazendo com nosso país, um país de mais de 170 bilhões de brasileiros e 8 pessoas querem dizer o que está errado ou certo, e pior parece que sempre vão para o lado do errado.

Quando perguntado a 10 pessoas nas ruas sobre a "marcha da maconha" 9 são contra, isso senão for 10. Mas não o ministros do STF, fazem o que o mundo deles permite ver, ou seja dentro de um apartamento rodeado de seguranças e aos restaurantes mais caros.

O que mais eu ouvi nessas marchas foi que na holanda pode tudo. Mentira! Lá não pode nada, o argumento dos defensores da liberação da maconha que citam a Holanda, como exemplo. Mostram claramente que a droga consumiu os neurônios e eles não pensam sozinhos mais, somente sabem repetir o que os outros comentam.

Durante algum tempo, a Holanda foi o paraíso dos usuários, mas os problemas foram tantos que, agora, as autoridades proibiram as praças onde era possível consumir drogas.


Foram mantidos os cafés onde o consumo é permitido, mas o acesso de menores é vetado, os estrangeiros não participam e só cadastrados podem entrar, e o número de cadastros é limitado.

O estrangeiro que é pego consumindo drogas é preso. Em determinados aspectos, a legislação na Holanda é mais rígida que a nossa.

Quanto aos ministros do STF, além de se destacarem com relação a marcha da maconha, não podemos esquecer que eles negaram a extradição de Cesare Battisti, um assassino italiano que está desfrutando das praias cariocas ao invés de estar preso.

E se querem falar tanto em liberdade, porquê não deram liberdade aos bombeiros que foram presos por se manifestarem contra um regime ditador, que envolve todas as corporações militares do Brasil.

Está na hora de acabarmos com o STF, esses ministros devem ser escolhidos pelo povo por meio de voto. Como é feito em outros países e não por indicação como vem sendo feito.

Aí fica 8 "piá de apartamento" querendo ensinar o povo, que já está calejado de sofrer nesse Brasil, como se deve viver!

PEC 64: UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL

fonte: mauro moraes

“A aplicação de 12% do orçamento previsto para 2012 em segurança pública será um avanço para as políticas públicas voltadas ao combate à criminalidade”, comenta o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes.

O aumento do percentual destinado ao setor irá favorecer uma série de medidas para diminuir os índices de violência no Paraná, entre elas a ampliação do efetivo, compra de viaturas, criação de unidades fixas ou móveis de policiamento e, sobretudo a reposição salarial para Praças.


Também será incluído na lista de prioridades do orçamento para segurança o pagamento do subsidio, previsto pela emenda 29. “Sabemos das dificuldades vivenciadas por policiais e o quanto eles aguardam pelo pagamento do subsidio.

Com a ampliação dos recursos na área, algo em torno de R$4 bilhões, o Paraná poderá honrar com todos os compromissos, inclusive com a aplicação efetiva da emenda 29”, destaca Moraes.

19 de jun de 2011

PR: REUNIÃO DISCUTE AS ATRIBUIÇÕES DAS GUARDAS MUNICIPAIS

fonte: paraná on-line

Reunião realizada no plenarinho da Assembléia Legislativa discutiu as atribuições das guardas municipais de todo o Brasil. O Projeto de Lei 1332 de 2003, que trata sobre as atribuições e competências das Guardas Municipais do País, estão a oito anos parado no Congresso. Segundo o deputado Fernando Francischini, relator do projeto, a intenção é criar um texto legal para regulamentar o parágrafo oitavo do artigo 144 da Constituição Federal, que trata da atividade da Guarda Municipal em todo o território nacional.

Para Francischini, a o debate serviu para diminuir as divergências entre os segmentos da segurança pública e entre as Guardas de todo o país. “Hoje, cada estado tem uma legislação para a Guarda Municipal, e o objetivo é unificar e criar uma lei única para o país”.

Pontos

Os principais pontos de interesse e divergência do projeto são os dos guardas municipais passarem a agentes da autoridade policial, aptos a policiar os municípios em questões de menor ofensividade. O que para o deputado traria benefícios para as polícias militares, que passariam a atender ocorrências de maior gravidade.

SP: PMSP UTILIZA ÓCULOS COM TECNOLOGIA ISRAELENSE

fonte: brasilwiki

Deu no Jornal ALEF, da comunidade judaica: A Polícia Militar de São Paulo já realiza testes com óculos de alto poder tecnológico, importados de Israel, que conseguem identificar suspeitos, pessoas desaparecidas e até veículos com irregularidades. De design futurista, os óculos possuem uma pequena câmera em uma das lentes. Elas filmam o público, consultam um banco de dados da PM – que fica armazenado em um HD no próprio equipamento – e enviam informações em tempo real para o policial.

Os óculos detectam 400 rostos por segundo e a resposta sobre quem é a pessoa filmada é dada ao agente instantaneamente. O equipamento é tão avançado que permite distinguir, inclusive, gêmeos aparentemente idênticos. No caso de veículos, os óculos lêem as placas e identificam se ele é roubado, por exemplo. A tecnologia deverá ser utilizada por policiais em grandes eventos, como shows e jogos de futebol.

O Jornal ALEF publica notícias sobre Israel e o mundo judaico. Criado em 1995, possui 70.000 assinantes em 40 países e vem colecionando prêmios dentro e fora da comunidade judaica. É, de acordo com manifestação expressa da ONU, “fonte de referência séria para veículos nacionais e internacionais”.

PR: TIGRE SERÁ O PRIMEIRO GRUPO ANTITERRORISMO DO BRASIL

fonte: aen

O Paraná será o primeiro estado a ter um grupo antiterrorismo no país. O esquadrão Tatico Integrado de Grupos de Repressão Especial (TIGRE) é formado por policiais estaduais especializados em técnicas contra seqüestros e para agir contra atentados. A criação da unidade visa agir na Copa do Mundo, em 2014 e em outros eventos internacionais.

De acordo com o secretário de segurança pública do estado, Reinaldo de Almeida Cesar, com grandes eventos se aproximando, existe a necessidade da criação de um grupo de elite, para controlar a situação em questões mais delicadas, e garantir a segurança de atletas e turistas.

Entre as táticas especializadas pelo TIGRE estão tiros de alta precisão, rapel, arrombamento com explosivos e resgate de reféns.

VÍDEO: OS SENSACIONALISTAS DA TELEVISÃO "POPULAR" BRASILEIRA

fonte: youtube

A histeria irresponsável e sensacionalista de alguns programas e apresentadores da televisão brasileira, que possuem características semelhantes, e estão espalhados por todas as tevês locais do país, tem profundos efeitos na promoção da insegurança e sensação de medo.

Numa mistura de profetas e algozes essas figuras têm um apelo popular enorme, e são ensinam a prática da violência e da intolerância.

Em sua cidade ou região provavelmente há um desses sujeitos que mancham a televisão de sangue e rancor (sem falar nas figuras nacionalmente conhecidas).

Só é de se perguntar por onde andam os ministérios públicos. O vídeo abaixo mostra um símbolo do que estou falando, se referindo a agentes de trânsito como “bandidos, burros, frouxos, covardes”.

Um absurdo!

16 de jun de 2011

POLICIAIS TÊM DIREITO A ENTRADA FRANCA EM SHOWS, CINEMA, ESTÁDIO E ETC?

fonte: danillo ferreira


Uma prática comum em todos os estados brasileiros é a concessão de gratuidade ou meia entrada para policiais civis, militares, federais e bombeiros por casas de show, cinemas, estádios de futebol e outros eventos. A pergunta que muitos proprietários de espaços de eventos e policiais se fazem é se esta concessão se trata de um direito do policial, algo que não pode ser proibido pelo dono do estabelecimento, ou se é um ato de boa vontade, em que cabe a negação da entrada franca.

Como as casas de show, cinemas e estádios são estabelecimentos comerciais como quaisquer outros, nenhum policial ou cidadão tem o direito de ter acesso gratuito a esses lugares. Isso só pode ocorrer se houver a concordância e condescendência do proprietário, que pode também negar e proibir que policiais entrem sem pagar em seu estabelecimento.

Em Roraima, uma lei estadual dava “livre acesso a eventos artísticos, culturais e esportivos, mesmo que não estejam em serviço” aos policiais, porém, a Procuradoria Geral do Estado questionou a constitucionalidade da norma, e o Tribunal de Justiça anulou a concessão. Antes da decisão, produtores de eventos questionavam a liberalidade, reclamando de prejuízos pela quantidade de gratuidades concedidas.

Nada impede, porém, que o estado, a secretaria se segurança, a instituição ou unidade policial e até mesmo associações e sindicatos firmem parceria com os organizadores de eventos, estabelecendo critérios para o ingresso gratuito de policiais em suas produções, como fez a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo em relação aos museus e exposições (incluindo os familiares de policiais).

A polêmica da “carteirada” gera desentendimentos e desconfortos em muitos lugares, em todo o país, a ponto de situações constrangedoras como a prisão de uma funcionária de um cinema ter ocorrido em Maceió, aparentemente em virtude de negar o acesso a policiais numa sessão:

A gerente de uma rede de cinemas em Maceió foi parar na delegacia por não ter autorizado a entrada de quatro policiais em uma das sessões.

A polícia afirma que eles estavam lá para trabalhar, mas os funcionários do cinema dizem que os policiais queriam assistir a um dos filmes em exibição.

As imagens do circuito interno do shopping mostram a gerente do cinema descendo a escada acompanhada por policiais armados. Eles saem por uma loja e, do lado de fora, esperam a chegada do carro da polícia para levar a funcionária até a delegacia.

Leia mais no G1…
(O curioso é que após declarar que a intenção dos policiais era a “investigação sigilosa”, o sindicato dos policiais civis se reuniu com a direção do cinema para tratar de cotas para a gratuidade dos policiais no estabelecimento).

Apesar da entrada franca para o policial parecer algo tão natural, como de fato é em algumas localidades do país, principalmente em cidades pequenas, e onde policiais fazem parte da segurança dos eventos quando estão no “bico”, esta possibilidade não pode ser considerada regra, nem cabe ao policial exigir isso. Imaginemos que policiais exijam entrar gratuitamente, por exemplo, em shows de pop star’s internacionais, onde o custo do ingresso supera R$1.000 reais, ou que 200 policiais tentem entrar numa peça de teatro com 400 lugares.

É preciso ser razoável. Ao policial que queira desfrutar do benefício, a sugestão é que pergunte polidamente a um funcionário do estabelecimento se a concessão existe. Ao produtor do evento que queira agradar, é prudente que limite o número de gratuidades/desconto para que não haja prejuízos (se houver). Fazer distinções entre categorias policiais pode soar deselegante, apesar de não ser ilegal.

Pessoalmente, enquanto policial, julgo que frequentar locais proporcionais a nossa capacidade financeira e reivindicar melhorias salariais sempre será mais digno que apelar à piedade alheia ilegitimamente – incidindo até em abuso de autoridade e infração disciplinar. É assim com outras categorias, por que entre nós deve ser diferente?

Mais um comentário, essa sim é de suma importância, vamos parar com a mania de deixar o armamento pessoal na entrada das casas de shows e afins, por mais que ali tenha cofre ou outro equipamento de segurança, o policial está pondo em risco a sua carreira.

Além do policial, responder pelo crime de negligência, em deixar arma de fogo em local que não seja o lar, a casa de shows também responde pelo crime de posse de arma de fogo.

Então vamos parar com isso e fazer valer a autoridade que o estado deposita sobre cada policial!

15 de jun de 2011

PEC 64: VERRI PEDE MUDANÇAS NO PARANÁ COMPETITIVO E O PAGAMENTO DA PEC 64

fonte: enioverri.com.br

PEC 64 – Verri também questionou o secretário sobre as perspectivas do governo para a implantação da PEC 64.

O projeto, que concede reajuste aos policiais civis e militares do Paraná, já foi aprovado pela Assembleia.

No entanto, os pagamentos ainda não começaram a ser feitos.

“O governo Beto Richa ainda não aplicou o reajuste aos policiais. Como está a questão?”, perguntou o deputado.

O secretário, por sua vez, não respondeu ao questionamento.

BR: COMISSÃO DE TRABALHO APROVA ADICIONAL DE PERICULOSIDADE PARA PM E BM

fonte: agência câmara

Andreia Zito:
ato de justiça.
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 6307/09, do deputado Mauro Nazif (PSB-RO), que cria adicional de periculosidade de 30% sobre a remuneração para policiais e bombeiros militares dos estados e do Distrito Federal. Conforme a proposta, terá direito ao benefício o militar que comandar ou exercer, durante pelo menos 25% de sua jornada de trabalho, funções consideradas perigosas, como patrulhamento ostensivo, transporte de presos e combate a incêndio, entre outras.

Segundo a relatora, deputada Andreia Zito (PSDB-RJ), a concessão de adicional de periculosidade é um ato de justiça aos policiais militares e aos bombeiros militares, “cotidianamente expostos a situações de risco no exercício de suas funções”.

Ela lembrou que policiais arriscam suas vidas em confronto com bandidos fortemente armados e os bombeiros em combate a incêndios e em operações de busca e salvamento. “A proposta vem corrigir uma omissão do poder público”, disse Andreia Zito.

Licenças

Durante os afastamentos legais de até 30 dias e naqueles decorrentes de acidente em serviço ou doença contraída no exercício da função, os militares continuarão a receber o adicional.

Também receberão o benefício os profissionais, em treinamento, que executarem ações com tiros, explosivos ou inflamáveis.

A proposta altera o Decreto-Lei 667/69, que trata da organização de policiais e bombeiros militares nos estados e no Distrito Federal.

Tramitação

A proposta, que tramita em caráter conclusivo, já foi aprovada pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

PL-6307/2009

RJ: REVOLTADO COM O BAIXO SALÁRIO, SARGENTO DA PM JOGA BOMBA EM DELEGACIAS

fonte: o dia

Rio - Um sargento reformado da Polícia Militar foi o responsável por atirar duas bombas caseiras contra a Delegacia de polícia Judiciária da Polícia Militar, nesta madrugada(15), na Rua Santa Fé, no Méier.

Os PMs prenderam o sargento reformado, identificado como Sérgio Aguiar da Silva, quando ele tentava fugir. Dentro de uma mochila apreendida, o criminoso tinha outras 20 bombas. Em depoimento, ele afirmou que estava insatisfeito com a política salarial e confessou ter atirado os explosivos.

A PM informou que o sargento iria lançar as outras bombas nos quartéis da PM do Méier e do Leblon. O policial reformado foi enviado para o batalhão prisional da corporação, em Benfica.

MG: GREVE DOS PROFESSORES DA PC JÁ TEM REFLEXOS

fonte: mgtv 


Em Uberlândia, atendimento no Psiu foi reduzido pela metade e mais de sete mil alunos estão sem aula.

Os reflexos da greve na Polícia Civil e dos professores em Minas. Em Uberlândia, o atendimento no Psiu foi reduzido pela metade. Na Superintendência Regional de Ensino mais de sete mil alunos estão sem aula.

Movimentação na Escola Estadual professor José Inácio de Souza só na secretaria com professores em greve só o turno da noite não parou.

Segundo o diretor do Sind-Ute, na cidade, a adesão chega a 30%. A principal reivindicação é a implantação do piso nacional de mais quase R$1600.

O levantamento da Superintendência Regional de Ensino mostra que em nove municípios 357 funcionários estavam paralisados e 8.060 alunos estão sem aulas. A negociação é feita diretamente com a secretaria de Estado.

Já a greve da Polícia Civil começou no dia 10 de maio. E sem um acordo até agora o atendimento à comunidade foi reduzido. Das 150 senhas para carteira de identidade só 75 estão sendo distribuídas. Redução que vai obrigar o carpinteiro Marcos Vinícius Santos a voltar ao Psiu pela terceira vez.

Como chegar duas horas antes da distribuição de senha não tem resolvido o também carpinteiro Bruno Túlio Paiva vai mudar de estratégia depois da sétima tentativa e levar o colchão para a rua.
A consulta de registros de ocorrências e de antecedentes criminais no Psiu só é feita até as 12h. Senhas para o Departamento de Trânsito (Detran) foram reduzidas pela metade: só 50.

São três os principais itens da reivindicação: concurso público para aumentar o efetivo, aprovação de subsídios e a equiparação salarial. Na última reunião a negociação não avançou.

De acordo com o diretor de Sindpol, Cezarino Miguelituassu, há um pedido para que o Detran seja transformado em autarquia. A reposta do governo deve sair em agosto.

RJ: COMANDANTE DOS BOMBEIROS NEGOCIA COM GOVERNADOR SALÁRIOS PRÓXIMOS A R$ 2.000

fonte: r7



Sérgio Simões apresentou plano com novas medidas administrativas.

O novo comandante do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões, afirmou nesta quarta-feira (15) que está em contato direto com o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, para negociar as reivindicações dos manifestantes da corporação.

- A minha nova condição me dá acesso mais fácil ao governador. Apresentei uma série de medidas administrativas, incluindo pontos relacionados à escala de serviço, e foram aprovadas integralmente pelo governador.

O comandante disse ainda que vai continuar os esforços para que os salários dos bombeiros se aproximem do piso de R$ 2.000, mais as gratificações.

Os bombeiros militares que estiveram presos no quartel de Charitas, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, começaram a comparecer às12h desta quarta-feira (15), à Auditoria da Justiça Militar para serem citados. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio, os militares foram notificados no momento em que receberam o alvará de soltura no último sábado (10).

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou na terça-feira (14) que pretende manter o equilíbrio entre as contas públicas e as políticas salariais dos servidores do Estado, referindo-se à negociação dos salários do Corpo de Bombeiros.

PEC 300: COMISSÃO SOBRE A PEC 300 SERÁ INSTALADA NA SEMANA QUE VEM, DIZ MARCO MAIA

fonte: agência câmara

O presidente da Câmara, Marco Maia, disse há pouco que será instalada na semana que vem uma comissão especial para analisar propostas relacionadas a profissionais das áreas de segurança pública. Entre elas, as PECs 300/08 e 446/09, que criam um piso salarial nacional para os policiais dos estados; e 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais. O dia previsto para a instalação ainda será definido.

O presidente da comissão especial será o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas.

Íntegra da proposta:

PEC-308/2004
PEC-300/2008
PEC-446/2009

14 de jun de 2011

PR: ESTADO QUER COMPRAR AVIÃO A JATO

fonte: joice hasselmann

O governo do Estado agora quer comprar uma aeronave para servir ao governador Beto Richa. Segundo o líder de Richa na Assembleia Legislativa do Paraná Ademar Traiano, o processo de licitação para a aquisição de um avião a jato deve ser aberto em breve.

O governo tinha, até a ultima sexta-feira, um avião e um helicóptero alugados emergencialmente, por três meses. A administração chegou a abrir um processo para alugar um avião por um ano, mas cancelou a licitação na última quinta-feira.

Traiano nega que a suspensão do aluguel do avião tenha relação com as criticas feitas pela imprensa ao presidente da Assembleia Valdir Rossoni, que também quer alugar uma aeronave para a mesa executiva.

A repórter Amanda Menezes conversou com o líder do governo na Alep.

BOPE: UMA OUTRA POLÍCIA?

fonte: danillo ferreira


A atuação do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro na invasão dos bombeiros ao Quartel Central do CBMERJ levou à opinião pública a discussão de certa dicotomia existente entre os policiais militares “convencionais” e os “especializados”, no caso específico do célebre e festejado BOPE, da PMERJ. Com treinamento, uniforme, remuneração, missão e cultura diferenciadas, o que justifica considerar os convencionais e os especiais uma mesma polícia?

Quanto mais as polícias formam grupamentos com missões específicas, algo necessário e inevitável, mais a competitividade que faz parte de todo e qualquer traço da trajetória capitalista se aprofunda. As unidades especializadas operacionais repressivas, por exemplo, como o BOPE (PMERJ), a ROTA (PMESP), a RONE (PMPR) e outras célebres em cada estado do país, glamurizadas como as SWAT’s norte-americanas, são vistas como “queridinhas” nas corporações, apesar de boa parte dos policiais se dedicarem a seguir padrões estéticos e simbólicos próprios destas unidades. Os convencionais vêem os especializados como arrogantes e metidos.

Já os especializados, criticam a maneira a-técnica e desleixada que muitas vezes os policiais ordinários atuam. A corrupção, dizem os mitos cinematográficos, não é coisa de especializado, mas algo presente no dia-a-dia daqueles que estão infiltrados na comunidade, e que não vivem a rotina de treinamento e de operações de alto risco. “Ser polícia”, segundo este raciocínio, é viver trocas de tiro, fazer incursões, invadir presídios, desarmar bombas, negociar a libertação de reféns.

As incompreensões e divergências são notáveis, mas o grupo “de preto” sai ganhando na visibilidade e admiração, pois são “eles” os enaltecidos pela mídia e pela opinião pública. São eles os especializados, enquanto os demais, tidos como generalistas e indefinidamente “ordinários” não possuem o mesmo quinhão de notabilidade.

Não seria mais adequado que estas neopolícias de gênese bopeana estivessem separadas das polícias “convencionais”? Será que confundir a missão cotidiana do policial, que precisa atuar negociadamente com a comunidade, com o trabalho de alto risco repressivo não seria um equívoco? Quais as consequências desta ambivalência, em que há algumas unidades policiais com traços culturais e simbólicos definidos e outras anômicas? As especializações repressiva e preventiva não justificaria uma divisão para que cada vertente enaltecesse e fomentasse suas práticas internamente, inclusive no que se à formação?

Esses imbróglios corporativos são pantanosos e polêmicos, sempre geram muitos ferimentos no amor-próprio das partes envolvidas. Este texto é apenas um convite à reflexão, baseado numa certeza: a divisão existe, e intuitivamente podemos dizer que ela não está sendo encarada como mera especialização de atividades profissionais. O abismo é muito mais profundo do que os discursos apaziguadores pretendem colocar.

SP: BOMBEIROS DE SÃO PAULO INICIAM MOVIMENTO POR REIVINDICAÇÃO

fonte: danillo ferreira

Com a mobilização do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, que teve o apoio de todos os setores da sociedade, um precedente foi aberto às instituições mais confiáveis do Brasil, de acordo com pesquisas recentes.

Representantes do Corpo de Bombeiros de São Paulo (que ainda faz parte da Polícia Militar), se manifestaram ontem na Praça da Sé, em São Paulo-SP.

Os manifestantes reivindicam a implantação de valores salariais equiparados com o do Bombeiro do Distrito Federal.

Abaixo, uma matéria da TV Gazeta tratando da manifestação do CBMESP.

13 de jun de 2011

PR: 13° BPM APREENDE 11 ARMAS EM MENOS DE 24 HORAS

fonte: fernanda deslandes

Depois de uma briga com o marido, a mulher esperou ele sair e chamou a polícia, no fim da noite de quinta-feira. Quando a equipe do 13.º Batalhão da PM chegou à residência, no Tatuquara, ela entregou cinco armas que ele guardava: três revólveres calibre 38, uma carabina calibre 12 e uma espingarda calibre 38. Ela foi encaminhada à Delegacia da Mulher para registrar queixa das agressões sofridas e receber assistência.

Outras

Com esse arsenal somaram 11 armas de fogo apreendidas por policiais militares do 13.º Batalhão, em cerca de 24 horas. Na manhã de quinta-feira, três pessoas foram presas depois de roubar um Corsa no mesmo bairro.

Duas armas foram apreendidas com os suspeitos, e o veículo foi recuperado. Horas mais tarde, no Sítio Cercado, outras três pessoas foram presas acusadas de roubar celular e dinheiro de um homem. Mais duas armas foram apreendidas.

O último caso foi registrado na manhã de ontem. Depois de um roubo a mercado, também no Sítio Cercado. Mais três pessoas foram presas e dois revólveres calibre 38 foram apreendidos.

Se você possui imagens das ocorrências envie para nós!

RJ: A BELA PASSEATA E A FEIA TENTATIVA DE MANIPULAÇÃO

fonte: danillo ferreira


Dezenas de milhares de pessoas compareceram em Copacabana para manifestar seu apoio ao protesto dos Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro neste domingo. Numa demonstração sem par de sensibilidade com os pleitos dos Heróis do Fogo, familiares, policiais militares, professores, políticos e simpatizantes compareceram para pintar as ruas do Rio de Janeiro de vermelho.

A Cecília registrou alguns belos momentos da passeata:


Clique e veja mais fotos da manifestação dos bombeiros do Rio de Janeiro.

O evento neste domingo foi uma demonstração de que o movimento dos bombeiros no Rio de Janeiro está mantido e vibrante. Após conseguir a liberdade para os 439 bombeiros que estiveram presos, o próximo passo é anistiá-los penal e administrativamente. Só aí as reivindicações dos bombeiros se concentrarão na questão do aumento salarial.

Por enquanto, o Governo se movimenta na tentativa de oferecer menos do que pode e menos do que merecem os bombeiros cariocas. A ideia do pífio “reajuste” de pouco mais de 5% deixa o CBMERJ na mesma situação de pior salário entre os bombeiros do Brasil:


Outra proposta sugerida pelo Governo é a criação de uma gratificação para os bombeiros, originada do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom). Seria mais um penduricalho no salário, que não serviria de base para cálculo de algumas vantagens, e condicionaria o recebimento a sabe-se lá quais critérios.

O Governo do Rio se utiliza duma estratégia comum em reivindicações salariais: após a opinião pública tomar conhecimento das necessidades e pleitos da classe, forja-se um simulacro de atendimento às reivindicações, algo bem aquém do que é verdadeiramente desejado pela categoria. A ingenuidade consentida da grande mídia ajuda a dimiuir a força da mobilização, já qua a aparência é de que ela passa a não mais ser necessária.

Mas neste caso em específico a categoria tem mais apoio do que a mídia (e os políticos) teria coragem de tentar manipular. Se as lideranças e os bombeiros do Rio perderem a chance será por inabilidade e timidez dos próprios participantes dos protestos – características que não têm sido vistas no Movimento até aqui.

9 de jun de 2011

RJ, VÍDEO: ARTISTAS DA GLOBO SE MANIFESTAM EM FAVOR DOS BOMBEIROS DO RIO

fonte: youtube

Um protesto BELÍSSIMO feito por grandes nomes da mídia nacional em defesa da soltura e da dignidade salarial dos bombeiros do Rio de Janeiro.

No vídeo, Cássia Kiss, Ary Fontoura, Elizabeth Savalla, Mateus Solano e Sergio Marone.

Parabéns aos artistas, grande exemplo de solidariedade e engajamento social.

RJ, VÍDEO: SBT DEFENDE BOMBEIROS CARIOCAS

fonte: youtube

MG: PMS MINEIROS TERÃO 101% DE AUMENTO SALARIAL PARCELADO NOS PRÓXIMOS 5 ANOS

fonte: cabo júlio



Hoje foi um dia de muita polêmica sobre avaliar se o aumento salarial foi bom ou ruim. Antes de entrar no aumento é preciso algumas análises históricas anteriores:


1997 – piso de R$ 615,00 com o preço da morte do Cabo Valério e 187 expulsos da PM.
1999 – Aumento do piso para R$1.000,00 em três parcelas 1999 – 2000 e 2001 (62% em três anos )
2001 a 2011 – Dez anos para elevar o piso de R$ 1.000,00 a R$ 2.041,00.
2011 a 2015 – 4 anos para elevar o piso de R$ 2.041,00 a R$ 4.098,40.

O salário de um SD com 6 quinquênios e adicional trintenário será de R$ 6.967,28.

O primeiro reajuste ocorrerá já em outubro de 2011 e será de 10%.  A partir daí, o cronograma de reajustes será o seguinte:
 
Outubro de 2012 - 12%
Outubro de 2013 - 10%
Julho de 2014 - 15%
Dezembro de 2014 - 12%
Abril de 2015 - 15%

PR, EXCLUSIVO: RONE RECUPERA VEÍCULO ROUBADO DE CASAL DE IDOSOS, POR QUADRILHA ALTAMENTE VIOLENTA

fonte: exclusividade bo de stive

Matéria exclusiva do portal BO de Stive,

Parabéns ao Sargento Ferraz e ao Cabo Eduardo, pela ocorrência!

Mais uma ação conjunta entra o Serviço Reservado e a RONE, pertencentes ao BOPE, acabou com a prisão de dois homens e uma mulher que realizaram um roubo a residência no município de Pinhais.

Neste roubo foram subtraidos da vítima um veículo Fiat Fiorino, vários aparelhos eletrônicos e R$ 500,00. Com base em informes oriundas da 2ª Seção do BOPE as equipes RONE passaram a rastrear os autores do referido roubo, uma vez que os mesmos teriam agido de forma bastante violenta contra as vítimas, inclusive tratavam-se de pessoas idosas e além de terem sido agredidas por diversas vezes, também ficaram amarradas por horas até que conseguissem se soltar.

Na madrugada, os policiais militares do 4º Pelotão RONE lograram êxito em localizar um casal no bairro Guaraituba, Colombo, os quais após terem avistado uma guarnição da RONE, esta comandada pelo 3º Sgt. Ferraz, tentaram empreender fuga, porém não conseguiram e logo foram abordados.

Durante busca pessoal foi verificado que o homem portava uma arma de fogo do tipo pistola PT 940 de calibre .40 e de propriedade da PMPR, com a mulher foram localizadas algumas buchas de substância tóxica similar ao crack e certa quantia em dinheiro.

Posteriormente em busca na residência onde tais pessoas foram abordadas foi observado que atrás da casa estava escondido o veículo Fiat Fiorino tomado de roubo em data anterior no município de Pinhais, bem como, no interior da casa foram localizados outros objetos pertencentes às vítimas, tais como: uma TV, uma jaqueta, celulares, resultado de exames médicos.

Ainda, os policiais localizaram mais uma certa quantia de droga tipo crack e similiar a cocaína, ambas em buchas prontas para o comércio.

Posteriormente, as pesoas detidas e identificadas como sendo: Johnatan da Luz Belo (21 anos) e Marcela Gomes da Silva (25 anos) informaram que uma terceira pessoa que participou na ação delituosa estaria de posse de mais uma arma de fogo, sendo então solicitado apoio a mais uma equipe RONE, esta comandada pelo Cb Eduardo, que em abordagem no bairro Roça Grande, Colombo, também lograram êxito na abordagem da pessoa identificada como sendo Adriano Ribeiro de Lima (26 anos) que portava em sua cintura um revólver calibre .38, municiado além de dois rádios comunicadores, também, no momento da abordagem Adriano Ribeiro de Lima apresentou aos policiais uma Carteira Nacional de Habilitação com sua foto, mas com o nome de outra pessoa, possivelmente um documento falso.

Todos os três detidos ja contam com passagens anteriores por porte de armas, roubo e homicídio, mais uma vez presos e entregues a Polícia Civil para serem apresentados ao Judiciário local.





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...