29 de nov de 2011

MA, VÍDEO: POLÍCIA CIVIL E MILITAR UNIDAS EM MOVIMENTO GREVISTA NO MARANHÃO

fonte: policialbr

MA: JULGADO IMPROCEDENTE PEDIDO DE PRISÃO DE LÍDERES DA GREVE DA PM DO MARANHÃO

fonte: jornal pequeno


O juiz auditor militar em São Luís, Vicente de Paula Gomes de Castro, julgou improcedente o pedido da Corregedoria da Polícia Militar (PM) para decretar a prisão dos líderes da greve da PM e dos bombeiros do Maranhão.

O pedido, feito na quinta-feira (24) pelo encarregado do inquérito que investiga o movimento grevista da PM do Maranhão, coronel Edilson Moraes Gomes, alega crime de desobediência, porque os militares são proibidos pela Constituição Federal de fazer greve.

A prisão dos líderes grevistas foi requerida por meio de uma representação à Procuradoria-Geral de Justiça, solicitando a ação do Ministério Público do Maranhão à Justiça Militar. Entre as pessoas que poderiam ter a prisão decretada estão oito militares da PM e do Corpo de Bombeiros: coronel Ivaldo Barbosa (PM), coronel Francisco Melo (PM), sargento Jean Marrie (Bombeiros), cabo Roberto Campos (PM), cabo Deusivan (PM/Imperatriz), soldado Idelvan (PM/Imperatriz), cabo Nascimento (PM) e o sargento Da Hora (PM).

Na quinta-feira, o Tribunal de Justiça declarou ilegal a greve dos policiais e bombeiros militares. Na decisão, em caráter liminar, o desembargador Stélio Muniz determinou ainda a imediata suspensão do movimento de paralisação dos militares, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 200. Apesar da decisão da Justiça, os policiais mantiveram a greve e permanecem acampados em frente à Assembleia Legislativa do estado.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, nenhum incidente grave foi registrado no estado. Para garantir a segurança da população durante a greve dos agentes de segurança pública, um batalhão da Força Nacional está patrulhando em São Luís, e cidades do interior, como Imperatriz, Timon e Bacabal.

MA: POLICIAIS CIVIS ENTRAM EM GREVE E ACAMPAM NA ASSEMBLÉIA

fonte: policialbr


Policiais civis chegaram nesse instante na Assembléia Legislativa. Eles realizaram uma assembléia geral e sairam em carreata até o prédio do poder legislativo.

Os policiais civis foram recebidos com grande festa, carrao de som, buzinas e gritos de "vem!".

Policiais civis e militares esqueceram as rusgas históricas e se abraçaram festivamente.

MA: TENENTES FAZEM REUNIÃO, SAEM EM CARREATA E ADEREM À PARALISAÇÃO

fonte: louremar fernandes

Foi realizada por um grupo de Tenentes que deliberou sobre o movimento dos militares, iniciados pelas entidades de praças.

Eles resolveram participar do movimento. Chegaram a poucos minutos na Assembléia Legislativa num grande buzinaço e foram recebidos por um corredor polonês que os saudou com aplausos.

Muita gente se emocionou ao ver a união dos militares. O clima é de festa. Os Tenentes permancerão, a partir de agora, acampados na sede do poder legislativo.

MA: CADETES ADEREM À PARALISAÇÃO DOS MILITARES

fonte: louremar fernandes

Todos os alunos da Academia de Polícia do Maranhão aderiram ao movimento dos militares.

Os cadetes chegaram a poucos instantes na Assembléia Legislativa. Foram recebidos com festa na entrada da sede do poder legislativo.

Alguns trouxeram barracas de camping, a exemplo de muitos militares que já se encontram acampados na Assembléia.


Em conversa com dois cadetes, informaram ao editor do Blog que não aguentavam mais a pressão. Estavam trabalhando dobrado para cobrir a lacuna deixada pelos companheiros que estão na Assembléia.

- Isso não era justo. O pessoal aqui lutando por melhorias para todos nós e a gente lá fazendo de conta que nada estava acontecendo, enfatizou um cadete do 3º ano.

MA: GRUPAMENTO ÁGUIA ADERE AO MOVIMENTO GREVISTA DOS MILITARES

fonte: louremar fernandes

Na manhã de hoje os bombeiros do grupamento Águia deixaram o quartel e rumaram para a Assembléia Legislativa.


Os bombeiros que estavam de serviço entregaram os equipamentos, foram em casa retirar a farda e se apresentaram ao comando do movimento dos militares na Assembléia.

Os bombeiros foram recebidos com festa.

MA: BATALHÃO DE CHOQUE ADERE À PARALISAÇÃO DOS MILITARES DO MARANHÃO

fonte: blog do louremar

Na manhã do dia 26/11, o Batalhão de Choque da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) aderiu ao movimento paredista dos policiais militares e bombeiros que estão acampados desde a última quarta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Maranhão, no Bairro do Cohafuma. Segundo o diretor da Associação dos Servidores Públicos Militares do Maranhão (Assepmma), cabo PM Ebnilson Carvalho, 100% dos homens do BPChoque aderiram ao movimento.

"Eles aceitaram aderir ao movimento por se sentirem mal tratados, reprimidos e por não aceitarem ser comandados pelos oficiais do Exército. Tanto que um sargento do Batalhão de Choque foi humilhado pelo Exército após ter sido abordado", disse Ebnilson Carvalho. Com a adesão do grupamento de elite da PM, o patrulhamento nas ruas será feito somente pela Força Nacional e pelo Exército.

Segundo os organizadores do movimento, cerca de 300 homens do Choque da PMMA foram para a Assembleia Legislativa, em uma carreata, no início da manhã de ontem, por volta das 6h30, sendo recebidos em clima de festa. De acordo com a comissão de diretores da Assepmma, o grupo Águia dos Bombeiros e a Companhia de Operações Especiais (COE) poderiam aderir ao movimento ainda ontem, e que também mantiveram contato com o comandante geral, coronel Franklin Pacheco. "O coronel Franklin pode aderir ao movimento hoje (sábado), caso seja confirmada sua queda", afirmou o cabo Ebnilson Carvalho.

APÓS UM BREVE DESCANSO, ESTAMOS DE VOLTA!!!

fonte: wellington willian

Tive que tirar um final de semana de descanso, o stress estava batendo.

Peço de ante mão desculpas pelas notícias não divulgadas, vamos tentar colocar no eixo as coisas, abraços a todos.

PEC 64: COMISSÃO DE ORÇAMENTO APROVA EMENDAS PARA O PAGAMENTO DE SUBSÍDIO A POLICIAIS

fonte: mauro moraes

A Comissão de Orçamento da Assembléia Legislativa aprovou, esta semana, as duas emendas apresentadas pela Comissão de Segurança Pública, presidida pelo deputado Mauro Moraes, em que são destinados R$300 milhões para o pagamento de subsidio para policiais e a implantação do novo Estatuto da Polícia Civil.

As duas emendas (R$150 milhões para cada uma delas) foram incorporadas ao texto da Lei Orçamentária Anual para o exercício de 2012, que será votada em Plenário já nesta segunda-feira (28).

Segundo o parlamentar, com a inclusão das duas emendas, tanto o pagamento do subsidio quanto a implantação do novo Estatuto da Polícia Civil terão recursos garantidos no orçamento de 2012. “A lei orçamentária será aprovada já com a previsão de recursos para o pagamento da emenda 29 e a modernização da PC, medidas necessárias para o sucesso do programa Paraná Seguro”, destaca Moraes.

24 de nov de 2011

MA, VÍDEO: COM A PM EM GREVE, GOVERNO DO MARANHÃO CONVOCA FORÇA NACIONAL

fonte: g1

Os policiais militares e bombeiros do estado decidiram, na noite de quarta-feira (23), cruzar os braços por tempo indeterminado.


Em São Luís, a Polícia Militar entrou em greve e invadiu o prédio da Assembleia Legislativa. O governo do Maranhão pediu ajuda da Força Nacional. A situação é tensa em todo o estado.

Os policiais militares e bombeiros decidiram, na noite de quarta-feira (23), cruzar os braços por tempo indeterminado. Logo depois da decisão, cerca de dois mil militares foram até a sede da Assembleia Legislativa do Maranhão, onde estão até agora. Eles afirmaram que só vão sair depois que os deputados decidirem colocar a proposta salarial de aumento que eles pediram na proposta de orçamento de 2012.

A greve dos militares coincide com a greve dos delegados de polícia, que começou há dois dias. Sem bombeiros, sem PMs e sem delegados de polícia, a Secretaria de Segurança Pública pediu ajuda ao Governo Federal. Tropas da Força Nacional de Segurança estão nas ruas da cidade desde a madrugada de quinta (24) para garantir a segurança da população.

Os militares pedem aumento de 30% no salário, e os delegados de polícia querem melhorias no plano de cargos e salários.

PR: COMANDANTE-GERAL DA PMPR NA MARCA DO PÊNALTI

fonte: blog do esmael

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná (PMPR), coronel Marcos Teodoro Scheremeta, pode estar com os dias contados à frente das tropas por causa de sucessivas trombadas com o secretário da Segurança, Reinaldo de Almeida César.

Uma fonte bem instalada no Palácio das Araucárias disse que o comandante e o secretário se estranharam nesta quarta-feira (23) em virtude de um pedido de promoção a um tenente-coronel ligado a um influente político.

“O secretário pediu, mas o comandante se recusou [a conceder a promoção] porque julgou que se desmoralizaria”, diz o palaciano.

Não é a primeira vez que Scheremeta e Almeida César se chocam. No mês passado, o comandante havia ficado indignado ao tomar conhecimento pela imprensa de que o Hospital Militar passaria atender a todos os servidores públicos do estado. Ao buscar satisfação junto ao governador Beto Richa (PSDB) ameaçou deixar o cargo, mas fora convencido a ficar.

19 de nov de 2011

PR: RONE PRENDE MARGINAIS QUE ATERRORIZAVAM SUAS VÍTIMAS

fonte: giselle ulbrich


A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) apresentou, ontem, Jeferson Julg, 19 anos, e Everson Ribeiro dos Santos, 23, suspeitos de assalto a residências. De acordo com a polícia, eles eram violentos e uma das vítimas teve o cano de uma arma introduzido em sua vagina. A dupla foi presa por policiais militares da RONE que pertence ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), dia 10, depois de um assalto frustrado.

O primeiro assalto atribuído a dupla, ocorreu no dia 4, no Cajuru. Quando o dono da casa, um comerciante, chegava com o carro foi atacado. Os bandidos invadiram o local e ameaçaram os moradores. Depois de carregarem o Fiesta da família com objetos de valor e dinheiro, queriam levar a esposa do proprietário como refém. Diante da recusa da família, os marginais levaram a filha do casal, a fisioterapeuta, de 28 anos. Depois de ter as roupas rasgadas e ser abusada sexualmente, ela foi abandonada numa região de cavas, em São José dos Pinhais.

Expulsos

No dia 10, Jeferson e Everson tentaram assaltar outra residência, no Cajuru. Mas foram expulsos a tiros, por um vizinho das vítimas. Na fuga, tomaram um carro em assalto e levaram os ocupantes reféns. Foram interceptados pela RONE, em Piraquara, e presos. Como a maneira de agir era muito semelhante nos dois roubos, a DFRV conseguiu as fotos dos suspeitos e às submeteu ao reconhecimento das vítimas. Ontem, as vítimas confirmaram serem eles os assaltantes.

O delegado Anderson Cássio Ormeni Franco solicitou à Justiça os mandados de prisão preventiva de ambos. Everson já tem antecedentes criminais por roubo (com o assalto à casa do comerciante, são quatro), furto e porte ilegal de arma. Everson também possuíam três mandados de prisão.

RS, VÍDEO: COM PISTOLA EM PUNHO, PM AMEAÇA GUARDAS MUNICIPAIS EM NOVO HAMBURGO

fonte: jornalnh

O sargento foi chamado ao local por um filho, abordado em barreira de rotina, que estava com problema na documentação do veículo.

“Eu sou polícia. Vocês não”, repetia um sargento da Brigada Militar, à paisana e com uma pistola em punho, para guardas municipais no Centro de Novo Hamburgo. Foram mais de nove minutos de ameaças e xingamentos do brigadiano aos agentes de trânsito, na madrugada de 5 de novembro, na Avenida Pedro Adams Filho, próximo ao Calçadão Oswaldo Cruz.

O sargento foi chamado ao local por um filho, abordado em barreira de rotina, que estava com problema na documentação do veículo. A truculência do policial ao interceder na ocorrência foi gravada. O vídeo será usado como prova nas esferas criminal e administrativa, já que o caso foi registrado na DP e comunicado ao comando da BM. “Esse episódio não prejudica as relações da Guarda Municipal com a BM, mas é lamentável. Os guardas só estavam fazendo seu trabalho”, diz o secretário municipal da Segurança e Mobilidade Urbana, Danilo Oliveira da Silva.

“Totalmente inapropriada”

O sargento, que trabalha no 25.º Batalhão de Polícia Militar de São Leopoldo, está de licença. O comandante da unidade, major José Nilo Correa Alves, já abriu sindicância. “Ainda não tive acesso ao vídeo, mas já tomamos conhecimento do fato. A atitude do sargento é totalmente inapropriada. Ele será responsabilizado.” Além de estar sujeito a punição administrativa, o brigadiano responderá inquérito na 2.ª DP de Novo Hamburgo.

Nas imagens, o PM aparenta estar bêbado.

17 de nov de 2011

PEC 64: EMENDAS DESTINAM RECURSOS PARA O PAGAMENTO DO SUBSÍDIO A POLICIAIS

fonte: mauro moraes

Muito tem se falado e questionado sobre a decisão dos deputados em destinar parte dos recursos dos parlamentares para o pagamento do subsídio aos policiais.

Procurei buscar mais informações sobre o assunto, mas a única nota que encontrei foi no site do Deputado Mauro Moraes, porém não tráz muita informação de como e da onde virão estes recursos.

Estarei buscando mais informações e postarei em breve, abaixo nota do site do Deputado.

Para garantir o cumprimento da PEC 64, a qual trata da remuneração policial através do pagamento do subsidio, a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa apresentou duas emendas ao orçamento de 2012 destinando R$300 milhões para o setor. Segundo o presidente da comissão, deputado Mauro Moraes, com a ampliação dos recursos será possível discutir o pagamento do subsidio ou aumento real nos salários de policiais no Paraná.

Cada emenda apresentada destina R$150 milhões para que o governo aplique nos vencimentos dos policiais civis e militares. Segundo o parlamentar, a comissão especial encarregada de estudar a viabilidade do pagamento do subsidio poderá usar como base em seu relatório a existência de recursos previstos no orçamento de 2012 para aplicação da emenda 29. Na avaliação do parlamentar, concluído o trabalho da comissão e aprovadas as emendas, o governo pode pagar o subsidio ainda este ano.

PEC 102: UNIFICAÇÃO DAS POLÍCIAS E PISO SALARIAL NACIONAL

fonte: danillo ferreira


No vácuo da Proposta de Emenda Constitucional Número 300, a PEC 300, que visa estabelecer um piso salarial nacional para as polícias e bombeiros brasileiros, o Senador Blairo Maggi (PR-MT) emitiu uma nova proposta no Congresso Nacional, que se envolve com a questão salarial das polícias, ao tempo em que visa autorizar aos estados a unificação de suas polícias, ou seja, tornar a Polícia Militar e a Polícia Civil uma única corporação.

A PEC 102, que já está em debate em alguns fóruns policiais brasileiros, possui em seu corpo as seguintes propostas centrais:

- Criação de piso salarial nacional para a polícia rodoviária federal, polícia ferroviária federal, polícias civis, polícias militares e corpos de bombeiros militares, mediante subsídio fixado em parcela única;

- Designação de um fundo nacional (vinculando percentuais do orçamento), com participação da União, dos Estados e dos municípios, visando a suplementação do Piso Salarial;

- Faculta União e Estados a adoção de polícia única, cujas atribuições congregam as funções de polícia judiciária, apuração de infrações, polícia ostensiva, administrativa e preservação da ordem pública;

- Organização das polícias únicas com base na hierarquia e disciplina, e estruturação em carreiras, sendo os delegados das polícias civis e os oficiais das polícias militares transpostos para o cargo de delegados de polícia;

- Criação de um Conselho Nacional de Polícia;

- Autorização às guardas dos Municípios o exercício de atividade complementar de policiamento ostensivo e preventivo, mediante convênio com o Estado.

Leia a proposta na íntegra…
A proposta parece surgir acompanhado de um oportunismo político, uma vez que policiais e bombeiros de todo o país estão acompanhando atentamente os passos dados pela PEC 300, projeto mais antigo e semelhante à PEC 102 em relação à política salarial. É um retrocesso aliar a discussão salarial a tema tão espinhoso como a mudança do modelo de polícia, algo que mexe com vaidades corporativas hipersensíveis (principalmente nos altos escalões).

Sobre este tópico, a unificação, cabem muitas discordâncias, embora a maioria dos policiais militares da base da pirâmide (cerca de 61%, segundo pesquisa conduzida pelo Ministério da Justiça) vejam na medida um horizonte de melhoria – a maioria destes como uma espécie de “fuga” do ambiente hierárquico-disciplinar das PM’s. Embora se possa concordar parcialmente com esta orientação, não se pode acreditar que os policiais civis se sintam tão respeitados e valorizados assim.

Administrativamente há pouca viabilidade em uma unificação, pois se já há dificuldades de gestão governamental nas atuais polícias, boa parte delas já hiperdimensionadas, o que dizer de uma estrutura com cerca de 150.000 homens, como uma possível polícia única em São Paulo? Como estabilizar as culturas distintas, antípodas? Com a tendências das especializações, com os BOPE’s, COE’s, GATE’s e outras unidades, que efetividade teria a tal unificação? E as guardas municipais citadas no texto da PEC, passariam a compor as megapolícias em algum momento (já que a lógica é unificar)?

Como disse recentemente o sociólogo Marcos Rolim sobre uma possível redução de custos com a unificação das polícias, “o que duplica os custos não é a existência de duas polícias, mas o fato de que ambas se envolvem com os mesmos temas”. Ou seja, PM’s e PC’s são, ambas, meias polícias: não no sentido estrutural, de composição de meios, mas no sentido da competência, da missão. Por isso é sedutor (e um imperativo de eficiência) que as polícias civis realizem a atuação ostensiva na rua, e que a polícia militar realize a investigação através dos seus serviços reservados. A unificação que se necessita é dos ciclos (quem patrulha e prende, investiga!), não das burocracias.

15 de nov de 2011

PR, PEC 64: RANGEL ASSINA EMENDA PARA VIABILIZAR RECURSOS A EMENDA 29

fonte: marcelo rangel

O deputado estadual Marcelo Rangel, assinou nesta tarde (8) a Emenda coletiva de 150 milhões no orçamento, na Assembléia Legislativa do Paraná, para assegurar o cumprimento da Emenda 29 (PEC 64), que inclui a previsão de remuneração por subsídio aos integrantes da Polícia Militar do Paraná, na Constituição do Estado e através da Comissão de Segurança, assinou também para que 150 milhões sejam destinados a estruturação e cumprimento da referida Emenda, em benefício aos policias civis e militares do Estado.

“Lutei pela aprovação da PEC 64 na legislatura passada. Agora é nosso dever assegurar os recursos para que a Lei seja regulamentada, valorizando os profissionais de Seguranca do Paraná. Este é o momento de voltarmos todos os esforços para promover segurança publica. E o clamor popular pedindo prioridade neste momento”, conclui Rangel.

13 de nov de 2011

SP: A VERDADE SOBRE UM DOS LÍDERES DA INVASÃO A USP

fonte: fernando silvio dias

O “menino” Rafael Alves, 29 anos e seus cinco processos. Vocês se lembram dele?


É Rafael Alves, um “menino” (como diria José Roberto Burnier, da TV Globo) de 29 aninhos, uma criança mesmo! Ele é um dos líderes da invasão da Reitoria da USP. Foi o cara, aliás, que falou com a reportagem da Globo no dia em que a Polícia Militar restaurou o estado de direito no campus.

No ano que vem, segundo o “Estatuto da Juventude” da Terceira Idade, da deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), ele perde o direito de fazer cocô na fralda e já pode ser considerado, ora vejam!, um adulto! Pode ganhar um peniquinho de presente!

Muito bem! Essa criança ficou sete anos na USP sem concluir o curso de Letras, morando de graça no Crusp e comendo no bandejão a R$ 1,90. A classe operária não tem essa regalia, como sabem. Ela subsidia a pança dos folgados. A Universidade oferece almoço, janta e café da manhã. Tudo pago pelo contribuinte. Esse infante acabou jubilado.

O “menino” fez o quê? Prestou vestibular de novo e voltou ao primeiro ano e agora tenta recuperar o “seu” apartamento. Quem sabe para passar os próximos oito anos na USP, morando e comendo quase de graça.

Pois bem. Os links abaixo remetem a páginas do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Segue a lista de inquéritos em que este poeta libertário é réu. O primeiro deles diz respeito à invasão da USP.

Há de tudo: dano ao patrimônio, lesão corporal, injúria, até crime contra o meio ambiente. Essa juventude rebelde é fogo!

0023563-10.2011.8.26.0011
Auto de Prisão em Flagrante / Dano Qualificado
Indiciado: Rafael Ferreira Alves
Recebido em: 09/11/2011 - 1ª Vara Crim.e do Juiz.Viol.Dom. e Fam.Cont.Mulher

0015002-94.2011.8.26.0011
Inquérito Policial / Dano Qualificado
Autor do Fato: Rafael Ferreira Alves
Recebido em: 11/07/2011 - 1ª Vara Crim.e do Juiz.Viol.Dom. e Fam.Cont.Mulher

0015006-34.2011.8.26.0011
Inquérito Policial / Injúria
Autor do Fato: Rafael Ferreira Alves
Recebido em: 11/07/2011 - 1ª Vara Crim.e do Juiz.Viol.Dom. e Fam.Cont.Mulher

0000173-11.2011.8.26.0011
Inquérito Policial / Lesão Corporal
Autor do Fato: Rafael Ferreira Alves
Recebido em: 06/01/2011 - 1ª Vara Crim.e do Juiz.Viol.Dom. e Fam.Cont.Mulher

0024637-36.2010.8.26.0011
Inquérito Policial / Crimes contra o Meio Ambiente e o Patrimônio Genético
Autor do Fato: Rafael Ferreira Alves
Recebido em: 12/11/2010 - 1ª Vara Crim.e do Juiz.Viol.Dom. e Fam.Cont.Mulher

11 de nov de 2011

PR: EQUIPE DA REDE GLOBO TEM O VEÍCULO DA EMISSORA ROUBADO EM COLOMBO

fonte: giselle ulbrich

Uma equipe de reportagem da Rede Paranaense de Comunicação (RPC), afiliada da Rede Globo, foi assaltada no final da tarde desta quinta-feira (10), em Colombo. A Polícia Militar agiu rápido e, em menos de meia hora, recuperou um veículo e prendeu um marginal. Ninguém se feriu.

A equipe fazia uma reportagem numa floricultura da Rua Emílio Gleber, no bairro Atuba, quando marginais invadiram o comércio por volta das 17h45 e anunciaram o roubo. Os bandidos levaram equipamentos da TV, pertences pessoais da equipe e uma Doblô da loja.

Tão logo a polícia foi avisada, uma equipe da Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (RONE) localizou a Doblô abandonada no Santa Cândida e capturou um dos marginais, ainda próximo ao carro.

Boa parte dos equipamentos e pertences roubados foram recuperados. O assaltante foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), no Portão.

RJ, VÍDEO: “NÓS MOSTRAMOS QUE A POLÍCIA MILITAR TEM PESSOAS DE BEM”, DIZ CABO SOUZA DA PM

fonte: youtube, g1

Vídeo com entrevista de um dos policiais militares do Rio de Janeiro que realizaram a prisão do chefe do tráfico de drogas na favela da Rocinha, o ‘Nem’.

Parabéns aos PM’s que atuaram na ocorrência. Brilhante!

RJ: TRAFICANTE “NEM” PODE SER TRANSFERIDO PARA O PARANÁ

fonte: joice hasselmann

O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, um dos criminosos mais procurados do Rio de Janeiro, pode ser transferido para o presídio de Catanduvas, no oeste do Paraná.

Depois de passar a madrugada na carceragem da Polícia Federal, ele foi transferido no final da manhã desta quinta para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.

Para que a transferência seja concretizada, é necessário autorização da Justiça Federal no Paraná, a pedido da Secretaria de Segurança Pública do Rio.

A penitenciária de segurança máxima em Catanduvas, inaugurada em 2006, já recebeu outros traficantes cariocas, como Elias Maluco, Fernandinho Beira-Mar e Marcinho VP.

9 de nov de 2011

PR: RONE PARTICIPA DO CERCO A ASSALTANTES DE ADVOCACIA EM SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

fonte: márcio barros




Dois assaltantes morreram e dois foram presos, no assalto malsucedido a um escritório de advocacia, na Rua Izabel Redentora, centro de São José dos Pinhais, por volta das 21h de ontem. Até o início da madrugada de hoje, nenhum deles havia sido identificado oficialmente pela polícia. Uma das vítimas do assalto ficou ferida com uma coronhada dos bandidos e foi levada ao hospital.

Segundo testemunhas os quatro invadiram o escritório, mas a ação foi vista por um morador, que avisou a polícia. Duas viaturas da Guarda Municipal chegaram ao local e foram recebidas a tiros pelos bandidos, que estavam fortemente armados. Em seguida policiais militares do 17.º Batalhão chegaram em apoio e pediram ajuda para policiais da Rondas Ostensivas de Natureza Especial(RONE) e Comandos e Operações Especiais(COE), pertencentes ao BOPE, e do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil.

Telhados

Um marginal foi preso e um adolescente foi apreendido, porém, dois conseguiram fugir pulando muros e saltando pelos telhados das casas vizinhas. O tenente Sato, do 17º BPM, disse que a quadra foi fechada e que os policiais invadiram uma residência e deram de frente com os dois assaltantes. “Eles dispararam contra os policiais. Durante o confronto inevitável, os dois foram feridos e morreram em seguida”, explicou o tenente.

Ele informou que com os suspeitos foram apreendidos um revólver calibre 38, uma pistola 765 e uma escopeta calibre 12 com cano duplo, celulares e chaves de dois carros que não foram identificados. “Acreditamos que eles sejam experientes em assaltos, pois amadores não utilizam armas como as que foram apreendidas e não invadem uma residência como aconteceu”. As armas, o preso e o adolescente foram encaminhados para a delegacia local.

Violência

O tenente disse também que a todo momento ameaçaram as vítimas que ficaram com eles até a chegada da guarda. “Uma pessoa levou uma coronhada e teve que ser levada ao hospital do município, além disso, a todo instante eles ameaçavam as pessoas de morte e exigiam dinheiro”, completou.

PR: RONE PARTICIPA JUNTO COM O 13º BPM DA OPERAÇÃO "MIRANTIBUS"

fonte: pmpr


A operação Mirantibus está sendo desencadeada nesta terça-feira (08) pelo 13° Batalhão da Polícia Militar, com o apoio da Rondas Ostensivas de Natureza Especial(RONE) na região do bairro Tatuquara, em Curitiba. Com o objetivo de cumprir 18 mandados de Busca e Apreensão expedidos pelo poder judiciário da capital, com apoio do Ministério Público, os policiais militares já prenderam quatro homens (três por mandado de prisão e um por porte ilegal de arma de fogo) e apreenderam quatro armas de fogo, além de um pouco de entorpecente.

Um dos presos foi hospitalizado e acompanhado pela PM, depois será encaminhado à delegacia. As armas de fogo são uma pistola calibre 45, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, uma espingarda sem calibre e uma garrucha calibre 32. Os mandados foram expedidos pela Vara de Promotoria Inquéritos Policiais (PIP).

“Todos os mandados expedidos foram embasados em denúncias feitas por meio do telefone 181-Narcodenúncia, pelo qual as pessoas repassam informações, principalmente de tráfico, e não são identificadas”, conta o Capitão Luiz Alexandre Murbach Soares, Comandante da 2ª Companhia do 13° BPM. De acordo com informações da equipes que deram cumprimento aos mandados, as armas estavam lixadas.

Os detidos e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Vigilância e Capturas (DVC), e o preso que foi flagrado com arma foi encaminhado para o 13° Distrito Policial. As delegacias ficaram responsáveis pelos casos, e deveriam dar sequencia às investigações.

PR: PM CONVOCA APROVADOS NO CONCURSO PARA SOLDADO

fonte: aen


A Polícia Militar começa a chamar os aprovados no concurso para soldado. Os 275 candidatos que passaram por todas as fases do processo seletivo devem comparecer na sexta-feira (18) da semana que vem, às 7h30, no Quartel do Comando Geral, em Curitiba, com toda a documentação para o ingresso no Curso de Formação de Soldados. São os primeiros chamados de um total de 2 mil novos policiais que o governo vai contratar para reforçar o efetivo da PM. Os demais 1.725 serão convocados à medida que a Universidade Estadual de Londrina (UEL) concluir a correção das provas do concurso.

“Os candidatos que não comparecerem no dia e hora marcados ou que não trouxerem toda a documentação exigida e discriminada no site da universidade serão automaticamente desclassificados”, alerta o major Maurício Cesar de Moraes, comandante do Centro de Recrutamento e Seleção da PM (CRS). O edital 634/2011, com a listagem aprovados e dos documentos, está publicado no site da UEL: www.cops.uel.br/concursos/88_policia_militar/ ou pode ser acessado pelo link “Ingresso de Policiais”, na página da Secretaria da Segurança Pública (www.seguranca.pr.gov.br).

Os candidatos serão acionados por meio de editais específicos. A PM também utilizará outros meios além do site, como o envio de correspondência com aviso de recebimento (AR), para comunicá-los.

SC, VÍDEO: PRESO ALGEMADO, TENTA FUGIR DA POLÍCIA CORRENDO!

fonte: youtube

Um vídeo para quem acha que não há necessidade de algemar presos, e para os policiais que algemam e acham que o preso está contido.

E para aqueles que quando vêem bandido algemado, fala aquelas besteiras "Por quê, ele nem está resistindo...", "Ele está machucado...". Percebam que ele está gemendo de dor quando desce da viatura e anda com dificuldades, tudo encenação, própria de vagabundo para chamar a atenção e conseguir regalias.

4 de nov de 2011

RN: PMRN APROVA SUBSÍDIO E GANHA AUMENTO SALARIAL

fonte: blog do cabo heronides


Após mobilizar-se em torno de uma reivindicação salarial nos termos “polícia legal”, os policiais militares do Rio Grande do Norte (PMRN), representados por suas associações, chegaram a um acordo com o governo do estado, e conseguiram aprovar uma nova tabela salarial, em forma de subsídio, extinguindo assim gratificações, auxílios e demais penduricalhos no salário dos policiais militares. Abaixo, a tabela proposta:


De acordo com a nova proposta, os Soldados PM receberão 20% do subsídio concedido ao Coronel PM, de modo que sempre que o salário de um posto ou graduação aumentar, obrigatoriamente, os demais graus hierárquicos também serão contemplados com o reajuste. Parabéns aos policiais militares potiguares pela evolução, que se não é perfeita, é um passo à frente em relação a outras instituições que se encontram desmobilizadas e caladas, convivendo passivamente com a desmotivação e desvalorização.

SP: ESTUDANTES DA USP FAZEM PROTESTO A FAVOR DA PM

fonte: estadão.com.br


Após a resistência de alguns alunos da USP à detenção de três alunos que estavam portando drogas nas dependências da Universidade, como se o campus fosse uma ilha onde é permitido descumprir a lei, a discussão sobre a presença da Polícia Militar do Estado de São Paulo retornou ao cenário das polêmicas. Mesmo que pareça óbvio, há quem ainda entenda que as polícias militares não são úteis no interior das universidades, como se vivêssemos em um tempo de repressão às liberdades de expressão dos acadêmicos e intelectuais, como já ocorreu a cerca de quatro décadas atrás.

Antes, nos parece que as “liberdades” defendidas por setores da USP são outras, indesejáveis em qualquer contexto social razoável. Prova disto é que houve queda significativa dos índices de criminalidade no campus desde que a PMESP realiza policiamento ostensivo por lá:

A Polícia Militar fez um levantamento comparando dados de criminalidade de 80 dias antes do assassinato do estudante Felipe Ramos de Paiva, em maio, com os 80 dias subsequentes, descontando o mês de julho, em razão do recesso escolar. Depois do assassinato de Felipe e com a presença de policiais no câmpus, os furtos de veículos caíram 90% (apenas dois casos foram registrados, ante os 20 anteriores). Já roubos em geral passaram de 18 para 6, uma redução de 66,7%. Roubos de veículos caíram 92,3%, passando de 13 para 1.

Outros dois crimes que tiveram redução foram lesão corporal, que caiu de nove para dois casos (queda de 77,8%), e sequestro relâmpago, de 8 para 1 (redução de 87,5%). Os dados estão em boletins de ocorrência registrados nas delegacias do entorno da Cidade Universitária.

Dos 103 boletins de furtos registrados depois da morte ante os 107 do período anterior, apenas 20 ocorreram em via pública, sendo 19 no interior de veículos, dos quais em 12 o objeto visado foi o estepe do carro. O outro furto foi de uma placa de veículo.

Os outros 83 casos aconteceram no interior das unidades, onde a PM não entra. Nesses locais, a competência de garantir a segurança é das empresas privadas de vigilância, contratadas pelas próprias unidades, ou da Guarda Universitária da USP.

Leia mais…
Importante frisar o peso do termo “setores”, já que outros estudantes da USP, que parecem estar mais preocupados com a segurança no campus do que utilizar a presença da polícia para fazer oposição à gestão da Universidade, realizaram um protesto em defesa da PM no campus. E quando se vê alguma comunidade defender e manifestar apoio às polícias – que realizam um trabalho disciplinador que não costuma agradar – é porque sua presença é indispensável e legítima.

3 de nov de 2011

BA: ADVOGADA É PRESA POR TENTATIVA DE SUBORNO A DELEGADO BAIANO

fonte: youtube

Em uma bela ação, um delegado da Polícia Civil da Bahia prendeu uma advogada que tentou suborna-lo para que deixasse de autua-la por falsidade ideológica.

Com todos os momentos sendo filmados, a advogada admite ter adulterado um documento, e posteriormente pede ao delegado para “acertar” sua situação.

Parabéns ao delegado pela honestidade demonstrada. Muito bom.

VÍDEO: POLICIAIS FEDERAIS COLIDEM VIATURA COM AVIÃO E PRENDEM FUGITIVOS

fonte: danillo ferreira, youtube


Policiais federais brasileiros desencadearam uma operação com cenas dignas de figurar em um best seller de Hollywood: na tentativa de prender contrabandistas que estavam embarcados em um avião, lançaram a viatura na asa da aeronave, o que impediu a decolagem e fuga dos suspeitos. Segundo a mídia divulgou, “a operação terminou com a prisão de cinco suspeitos –incluindo o piloto do avião– e apreensão de uma carga estimada em R$ 200 mil em notebooks, equipamentos de vigilância eletrônica e uma bicicleta”.

Os federais filmaram toda a ação, inclusive no momento em que o motorista decide realizar a manobra. De arrepiar:


A pergunta que muitos fizeram, inclusive alguns policiais, se refere aos danos causados na viatura: os policiais terão que pagar? O posicionamento da PF divulgado pela mídia é o seguinte:

Dez policiais trabalharam na operação que, de acordo com Souza, foi antecedida de 30 dias de investigações.

A PF não divulgou informações dos suspeitos. Eles devem ser indiciados sob suspeita de contrabando.

O avião era “preparado” para o transporte de cargas, segundo o delegado, já que todos os bancos tinham sido retirados para facilitar a acomodação das peças.

Segundo a polícia, uma aeronave clandestina como a apreendida nesta terça-feira é comercializada por valores entre R$ 300 mil e R$ 500 mil.

“Além do preço, é importante retirar um avião desses de circulação para que não seja mais utilizado para contrabando ou mesmo para o tráfico de drogas”, disse o delegado.

Questionado sobre os estragos causados no carro da polícia, Souza afirmou que “o benefício” de apreender o avião compensa o dano –as imagens serão usadas em processo interno para justificar o prejuízo.

Segundo o delegado, apenas o para-brisa do veículo foi danificado e o reparo deve ficar em aproximadamente R$ 400.

Leia mais…

De fato, seria uma injustiça que os policiais pagassem pelo dano à viatura, frente ao êxito na ação. Por outro lado, qual seria o entendimento se a missão não fosse cumprida – se as pessoas erradas estivessem no avião, por exemplo? A legislação brasileira responsabiliza o policial pelos danos, proibindo, também, perseguições (quando uma viatura intercepta ou colide com outros veículos visando prisões e apreensões). Cremos que a responsabilização do policial em qualquer situação é injusta (como o caso em tela demonstra), mas a total liberdade para dispor irresponsavelmente do patrimônio público também não é o adequado.

Parabéns aos policiais federais pela ação  e que as demais polícias aprendam a divulgar seus trabalhos de modo semelhante. Para isso que estamos aqui.

PR: HOSPITAL ESQUENTA O TEMPO NA POLÍCIA MILITAR

fonte: apra


O tempo esteve quente na Polícia Militar nos últimos dias. Tudo por causa da decisão do governo de usar provisoriamente o hospital da corporação para aten­­dimento aos segurados do SAS de Curitiba e região metropolitana, cerca de 118 mil servidores públicos estaduais. Atro­pelado pela decisão tomada com­­pletamente à sua revelia, o comandante da PM, coronel Marcos Scheremeta, procurou o governador Beto Richa na última segunda-feira, dia 31, e, segundo testemunhas, colocou seu cargo à disposição.

Oficialmente, ninguém confirma a informação, mas fontes confiáveis contaram à coluna detalhes do estremecimento. Na sexta-feira, ao desembarcar de uma viagem internacional, Sche­­remeta foi surpreendido com as notícias. E mais preocupado ficou quando sentiu o clima pesado entre oficiais e praças, totalmente contrários à medida do governo. Diante da situação, na segunda-feira pela manhã, acompanhado do sub-comandante Julio Nóbrega, alcançou o governador no aeroporto do Bacacheri e pediu-lhe explicações, ao mesmo tempo em que colocava o cargo à disposição. Richa prometeu resolver o problema.

À tarde, o coronel Scheremeta reuniu o alto comando da PM no quartel central, relatou a conversa que teve com o governador, informou que continuaria insistindo para que a secretaria da Admi­nistração revisse o ato de “confisco” do Hospital da Polícia Militar, divulgou uma nota oficial e abalou-se novamente em di­­reção ao Palácio das Araucá­­rias, agora para uma audiência com o chefe da Casa Civil, Durval Amaral.

A nota oficial

A nota oficial assinada pelo co­ronel Marcos Scheremeta confirma que a PM não foi consultada sobre a possibilidade de colocar seu hospital à disposição dos servidores civis. Diz ainda que o comando levou ao conhecimento do governador a precária situação em que se encontra o estabelecimento e que, em vista disso, pediu a re­­vogação da medida tomada unilateralmente.

A nota, à disposição no site da Polícia Militar, tenta tranquilizar a corporação. Lembra, por exemplo, que o hospital é mantido com recursos descontados dos soldos dos policiais e que, por is­­so, estes sempre terão atendimento prioritário. E aproveita para transcrever dispositivos da Decreto n.º 6.103/2006, que, ao que parece não era conhecida pe­­la Administração.

Diz seu artigo 18: “Os servidores públicos estaduais civis so­­mente poderão ser atendidos no HPM mediante reembolso integral das despesas decorrentes ao FASPM, previstos em convênio entre este e o órgão encarregado da gestão do Sistema de Atendi­mento à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Paraná, nas seguintes situações:

I – consultas e exames, quando houver disponibilidade de profissionais, para atendimento médico-ambulatorial;

II – internamentos e cirurgias, somente em caso de declarada capacidade ociosa de leitos hospitalares.”

Para recordar: há anos, sem repasses do governo, o HPM vive em crise – não há médicos e funcionários de apoio suficientes, equipamentos que não desapareceram estão sucateados, laboratórios praticamente parados…

PR: REQUIÃO FALA EM AÇÃO PÚBLICA CONTRA REAJUSTE DE TAXAS

fonte: política em debate

O senador Roberto Requião (PMDB) propôs ontem pelo Twitter uma ação pública para evitar o aumento das taxas do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran), previsto no anteprojeto de lei enviado pelo governo à Assembleia Legislativa do Estado do Paraná no início desta semana.

Além disso, o projeto do governo pretende criar novas tarifas, que serão cobradas dos motoristas e donos de veículos a partir de 2012. No Twitter também cobrou posicionamento da bancada peemedebista, que hoje, vota com o governo, e do diretório estadual do partido. “O Diretório estadual do PMDB deveria encabeçar a ação pública”, escreveu o senador.

Pelo Twiter, o senador avisou que quem quiser participar da ação pública contra o tarifaço deve ir ao escritório do senador Roberto Requião em Curitiba na Rua Eduardo Carlos Pereira número 3136, bairro Portão. Para mais informações podem entrar em contato pelo telefone: : (41) 30181151.

PR: ALÉM DO REAJUSTE DE ATÉ 500%, DETRAN VAI COBRAR NOVAS TAXAS

fonte: gazeta do povo



Íntegra do projeto de Beto Richa mostra que aumento será maior do que se pensava. Proposta ainda cria 20 tarifas e extingue 14 – saldo de 6 adicionais

Para quem já estava reclamando sem ver o  projeto, agora tem motivos três vezes mais. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

O projeto de lei do governador Beto Richa (PSDB) que aumenta as taxas do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran), enviado na segunda-feira à Assembleia Legislativa, também cria 20 novas tarifas a serem cobradas dos motoristas e donos de veículos a partir de 2012.

Na prática, porém, o paranaense terá mais seis taxas do Detran, já que a proposta prevê a extinção de 14. Com isso, o departamento passará a ter 82 taxas. O governo alega que a criação e extinção de tarifas é uma forma de adequar os serviços prestados pelo Detran do Paraná ao Código Nacional de Trânsito.

1 de nov de 2011

PR: BETO RICHA QUER REAJUSTE DE 183% NAS TAXAS DO DETRAN

fonte: fábio campana


O projeto foi enviado à Assembleia Legislativa e deve ser aprovado com folga. A exemplo de todos os governos anteriores, Beto Richa dispõe de folgada maioria. A alegação para justificar o projeto é a de que outros Estados cobram taxas mais elevadas que as do Paraná.

Sondagens de opinião registraram a irritação da população que não aceita o aumento em até 183% das taxas cobradas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) a partir de 2012. A proposta de reajuste foi encaminhada ontem pelo governador Beto Richa (PSDB) para a Assembleia Le­­gislativa.

O aumento começa a valer 90 dias a partir da publicação da lei – a expectativa do governo é de que os deputados aprovem o aumento a toque de caixa.

A proposta de Beto Richa enviada à Assembleia não cita quantas nem quais serão as taxas reajustadas. O projeto exemplifica o novo valor de algumas delas.

O ASPIRANTE E O PRAÇA ANTIGO

fonte: danillo ferreira


Uma das passagens emblemáticas do filme Tropa de Elite, clássico do cinema nacional que lançou as questões da segurança pública brasileira para discussão pelo público amplo, é a chegada dos aspirantes recém-formados Matias e Neto nas suas unidades, com todas as precariedades, vícios e desmandos presentes na rotina dos batalhões “convencionais”. A caricatura feita pelo filme não é a toa: de fato, ao sair das academias de polícia militar, os aspirantes sofrem o que podemos chamar de “choque de realidade”, uma espécie de anulação das doutrinas, conhecimentos e teorias adquiridas durante os anos na escola.

Uma das figuras centrais do novo contexto é o policial antigo, com certa experiência na atividade policial, certamente mais vivido profissionalmente que o aspirante, mesmo lhe sendo subordinado hierarquicamente. O “praça antigo” é aquele que conhece os becos e vielas, sabe quem são os responsáveis pelas desordens e os aliados em potencial (informantes, colaboradores), além de entenderem toda a dinâmica política que influencia a prática do policiamento na localidade em que atuam. Diante do perfil de competências e habilidades do “antigão”, impõe-se uma espécie de duelo entre ele e o aspirante recém-chegado, também com habilidades e competências próprias, absorvidas na academia.


De um lado, a vaidade daquele que possui anos de atuação cotidiana, de outro, a empáfia do conhecimento técnico aliado à superioridade hierárquica, uma combinação que precisa ser gerenciada pelas partes, ou as incompreensões podem gerar conflitos constrangedores e até trágicos. Primeiramente, é preciso reconhecer que a experiência policial das ruas não exclui os conhecimentos técnicos e doutrinários – ao contrário, trata-se de um casamento necessário para que haja excelência no serviço policial.

Um policial que conhece os locais vulneráveis, e não sabe se comportar tecnicamente, corre risco semelhante daquele que, embora tome as precauções técnicas necessárias, não sabe se situar na área em que atua. Fundir essas competências é fundamental, apesar dos desafios, que podem ser reduzidos a uma palavra: humildade.

Abrir mão da condição de senhor inquestionável da prática policial é o primeiro passo para aprender com os demais, seja o policial experiente (que geralmente possui defasagem teórica), seja o policial doutrinado recém-formado (que geralmente teve pouco contato com a dinâmica das ruas). Reconhecer no outro alguém que é simultaneamente professor e aluno é necessário, deixando de lado quaisquer vaidades e sentimento de autosuficiência. Esta é uma questão de sobrevivência (pessoal e institucional).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...