3 de out de 2012

PR: ROTAM 12° BPM, PRENDE TRAFICANTE COM MAIS DE 4 MIL PEDRAS DE CRACK



Jovem troca carro por quatro mil pedras de crack.

Mais de 4 mil pedras de crack foram apreendidas com Cleverson dos Santos, 19 anos, preso, na madrugada de ontem, quando vendia a droga perto da Catedral, no centro. O rapaz disser ter trocado um quilo e meio de crack por um Peugeot. A quantidade rendeu 4.009 pedras. Boa parte estava debaixo do armário de uma casa alugada pelo rapaz, na Vila Barigui, Cidade Industrial. Além da droga, foram apreendidos R$ 700, boa parte em notas de baixo valor, balança de precisão e vários celulares e relógios, possivelmente trocados pelo crack.

De acordo com o tenente Rocha, do 12.º Batalhão da Polícia Militar, o rapaz disse que ganhou o carro da mãe, depois, alegou que o veículo foi uma herança do tio. Ele teria trocado o veículo por droga, porque não sabia dirigir. “Ele não soube dizer qual era o modelo do carro, nem quem era o fornecedor da droga. Disse apenas que o carro valia R$ 20 mil”, contou o tenente. Cleverson informou à polícia que costumava vender cada pedra por R$ 10, mas aceitava pechincha. “Se alguém oferecesse R$ 7, ele aceitava”, contou Rocha.

Floreira

O rapaz foi abordado na Rua José Bonifácio, por volta de 1h30. Os policiais encontraram 30 pedras no bolso da jaqueta do rapaz, além de certa quantia em dinheiro trocado. Na sequência, o rapaz mostrou à polícia a floreira onde estava escondido um pacote com mais 134 pedras, perto da Catedral. “O rapaz também costumava vender droga na Praça Garibaldi, no Largo da Ordem”, disse Rocha.

O restante da droga foi apreendido na casa alugada pelo rapaz há dez dias, na Rua Sebastiana Rodrigues, CIC. Debaixo do guarda-roupa, os policiais encontraram 38 invólucros, cada um contendo aproximadamente 100 pedras. O tenente Rocha se surpreendeu com a quantidade de papel para embalar crack, que tomava conta de quase um cômodo. Cleverson, que não tem passagem pela polícia, foi encaminhado para o 1.º Distrito Policial.

fonte: paraná online

PR: EDITAL DE CONCURSO PARA SOLDADO DA PMPR DEVE SAIR NOS PRÓXIMOS 15 DIAS, SEGUNDO O CEL. CÉSAR

Em conversa exclusiva com o blogdajoice.com, durante a implantação da UPS Tatuquara, nesta manhã, o subcomandante-geral da Polícia Militar, Coronel César, disse que nos próximos 15 dias deve ser aberto o edital para a contratação de 5 policiais para cada uma das 300 pequenas cidades do Paraná.

Segundo ele, estas contratações devem ajudar a garantir a sustentabilidade da segurança no estado.

fonte: blog da joice

ADI 4840: ANASPRA REQUER ADMISSÃO NA ADI 4840 EM BUSCA DE UM SUBSÍDIO JUSTO

Após a tentativa do Governo do Beto "Bagre" Richa tentar ludibriar o STF e desqualificar a ação protocolada pela AMEBRASIL, entidade a qual protocolou o requerimento sobre a inconstitucionalidade da lei do subsídio a pedido da AMAI, não representava todas as classes dos Policiais e Bombeiros Militares, representando somente os Oficiais.

A ANASPRA, entidade que representa os Praças Policiais e Bombeiros Militares e a pedido da APRA,  entrou na briga  e solicitou admissão na ADI 4840, agora vamos ver qual vai ser a outra manobra perversa da turma do "Betinho".

Confira a notícia abaixo:

A Associação Nacional das Entidades Representativas de Praças Policiais e Bombeiros Militares – ANASPRA requereu ao Supremo Tribunal Federal a admissão na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 4840, como co-autora, devido à sua importante representação nacional no segmento dos sargentos, cabos e soldados dos Entes Federados. A APRA, filiada à ANASPRA, também ingressou na ADI como “amicus curiae”.

A ADi 4840 foi ingressada pela AMEBRASIL, a pedido e patrocínio da AMAI, com pedido de liminar em sede cautelar, para suspender a eficácia das normas, requerendo a inconstitucionalidade das leis nº. 17.169/2012 (SUBSÍDIO) e nº 17172/2012 (função privativa).

O ingresso da ANASPRA também está consolidada na sua repercussão geral, oportunizando uma linha de atuação geral para os Entes Federados; pois, a maioria dos Estados que adotaram o subsídio como forma de remuneração dos policiais e bombeiros militares criou, cada um a seu modo, uma forma diferente para driblar o regamento constitucional.

Entre os problemas existentes na fórmula adotada pelo Paraná, o pedido ressalta a inexistência de uma parcela única, o que resulta em uma confusão remunerativa colocando, por exemplo, um major com remuneração maior do que a do tenente coronel. As gratificações de caráter pessoal que não podem ser extintas e a inconstitucionalidade da gratificação privativa policial também são questionadas.

Essa é um grande avanço na união das entidades representativas de classe, que vem crescendo e ampliando a cada dia, caminhando para uma representação nacional que agregue a todos os policiais e bombeiros militares, praças e oficiais.

fonte: amai

1 de out de 2012

PR: FUNDO DE SAÚDE DA PM PERDE AÇÃO E DEVERÁ PAGAR DÉBITO DE R$ 11 MILHÕES


Servidores e pensionistas tiveram descontos irregulares sobre seus pagamentos entre janeiro de 2007 e junho de 2008, segundo decisão judicial.

A Polícia Militar do Paraná (PM) vai ter que devolver cerca de R$ 11 milhões do Fundo de Atendimento à Saúde do Policial Militar (Faspm) a milhares a servidores e pensionistas que tiveram descontos irregulares sobre seus pagamentos entre janeiro de 2007 e junho de 2008. A decisão é da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) e cabe recurso.

Há dois dias, o presidente do conselho diretor da PM e comandante geral, o coronel Roberson Bondaruk, informou que cumprirá a sentença. O saldo atual do Faspm é de R$ 39,4 milhões.

A ação foi proposta pela da Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos Inativos e Pensionistas (Amai) há alguns anos em razão de um desconto irregular sobre o soldo dos policiais militares e pensionistas. O artigo 63 da Lei 6.417/1973 determina que seja descontado 2% do soldo de cada policial militar para assegurar o atendimento no Hospital da Polícia Militar de seus dependentes e pensionistas.

Mesmo assim, na época, uma legislação recente embasou uma cobrança de mais meio por cento por cada dependente e a cobrança dos mesmos 2% aos pensionistas. O desconto foi considerado inconstitucional pela Amai, conclusão respaldada pela decisão do TJ-PR. De acordo com o presidente da Amai, coronel da reserva Elizeo Furquim, o desconto era ilegal e cobrava inclusive dos pensionistas. “A Justiça está corrigindo um erro do Faspm”, disse o coronel. O número de beneficiados pela ação não foi informado pela Amai.

O Comando Geral da Polícia Militar informou que vai cumprir a sentença judicial.

fonte: gazeta do povo

VÍDEO: POLICIAIS ENTRAM NA ONDA DO STILO PSY

Já que o mundo todo está dançando, e o clipe da música é o mais visto desde o começo do Youtube, nada mais justo que policiais também participem das coreografias da música “Gangnam Style”.

O vídeo tem como título “Police Style”. Não consegui definir da onde são os policiais!



fonte: youtube

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...