1 de out de 2012

PR: FUNDO DE SAÚDE DA PM PERDE AÇÃO E DEVERÁ PAGAR DÉBITO DE R$ 11 MILHÕES


Servidores e pensionistas tiveram descontos irregulares sobre seus pagamentos entre janeiro de 2007 e junho de 2008, segundo decisão judicial.

A Polícia Militar do Paraná (PM) vai ter que devolver cerca de R$ 11 milhões do Fundo de Atendimento à Saúde do Policial Militar (Faspm) a milhares a servidores e pensionistas que tiveram descontos irregulares sobre seus pagamentos entre janeiro de 2007 e junho de 2008. A decisão é da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) e cabe recurso.

Há dois dias, o presidente do conselho diretor da PM e comandante geral, o coronel Roberson Bondaruk, informou que cumprirá a sentença. O saldo atual do Faspm é de R$ 39,4 milhões.

A ação foi proposta pela da Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos Inativos e Pensionistas (Amai) há alguns anos em razão de um desconto irregular sobre o soldo dos policiais militares e pensionistas. O artigo 63 da Lei 6.417/1973 determina que seja descontado 2% do soldo de cada policial militar para assegurar o atendimento no Hospital da Polícia Militar de seus dependentes e pensionistas.

Mesmo assim, na época, uma legislação recente embasou uma cobrança de mais meio por cento por cada dependente e a cobrança dos mesmos 2% aos pensionistas. O desconto foi considerado inconstitucional pela Amai, conclusão respaldada pela decisão do TJ-PR. De acordo com o presidente da Amai, coronel da reserva Elizeo Furquim, o desconto era ilegal e cobrava inclusive dos pensionistas. “A Justiça está corrigindo um erro do Faspm”, disse o coronel. O número de beneficiados pela ação não foi informado pela Amai.

O Comando Geral da Polícia Militar informou que vai cumprir a sentença judicial.

fonte: gazeta do povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...