27 de mai de 2012

PR: BOPE RESGATA CRIANÇA FEITA REFÉM DURANTE SETE HORAS PELA PRÓPRIA MÃE NA RMC



Após sete horas de negociação, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) resgataram, por volta das 10h da manhã desta quinta-feira (24), um menino de 11 anos que estava sendo mantido como refém pela própria mãe, desde a 3h do mesmo dia, no bairro dos Estados, no município de Fazenda Rio Grande (PR), Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Desde o início também participaram dos trabalhos policiais do 17º Batalhão da PM, responsável pela área.

De acordo com o Comandante do BOPE, tenente-coronel Nerino Mariano de Brito, por volta das 3h os vizinhos da família chamaram a PM informando que uma mulher fazia seu filho como refém. Policiais militares do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM) – unidade responsável pela área – se deslocaram para o endereço informado e perceberam que a mulher passava por uma crise nervosa, tornando-se muito agressiva. Sendo assim, a equipe policial solicitou uma equipe especializada neste tipo de situação.


Às 5h a equipe do BOPE chegou ao local com o Comandos e Operações Especiais (COE) – especializada em situações com reféns –, negociadores, Companhia de Choque e Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), com o objetivo de isolar o perímetro para que a negociação ocorresse sem maiores problemas. Segundo o tenente-coronel Nerino, a mulher falava coisas sem nexo e usou móveis para fazer uma barreira na janela e na porta, impedindo que o filho saísse do quarto.

“Durante o sequestro, duas filhas e um filho da mulher tentaram conversar, convencê-la a parar com a situação e liberar a criança. Inclusive um policial militar da Patrulha Escolar, conhecido da família, tentou intervir e amenizar os ânimos, mas não obteve nenhum resultado”, relatou Nerino.

Por volta das 10h, a criança começou a pedir comida e para ir ao banheiro; foi neste momento, segundo o tenente-coronel, que se iniciou uma discussão entre os dois. A mulher cada vez mais exaltada pegou um machado e começou a golpear os móveis e as paredes, inclusive usando o objeto para ameaçar o filho. “A cada situação os ânimos ficavam mais exaltados, por isso resolvemos fazer a invasão tática e resgatar a criança sem machucar ninguém”, afirma o comandante do BOPE.

Segundo informações dos familiares, a mulher, de 52 anos, dependia de medicamentos, e por estar sem a medicação sofreu esta crise nervosa. Ela foi encaminhada ao Hospital de Pronto Atendimento de Fazenda Rio Grande para receber os cuidados e passará por uma avaliação médica que analisará o caso. O menino foi entregue aos familiares com o acompanhamento do Conselho Tutelar.

“A decisão dos vizinhos de entrar em contato imediatamente com a polícia militar foi a mais correta. Utilizamos os equipamentos de segurança pública disponíveis e acionamos os grupos preparados para lidar com este tipo de situação, resultando numa operação bem sucedida”, conclui o Coronel. “Em todas as situações parecidas com esta obtemos, até hoje, 100% de sucesso”, destacou Nerino.

fonte: pmpr, paraná online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...