16 de abr de 2012

GUERRA DE JUROS: VEJA QUANDO VALE A PENA MUDAR DE BANCO POR CAUSA DA TAXA

Depois que Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal anunciaram reduções de até 88% nos juros cobrados dos consumidores e das empresas, alguns dos maiores bancos privados do país também estudam promover cortes.

Bradesco, Itaú Unibanco, Santander e HSBC informaram que estão "avaliando" essa possibilidade, para evitar a perda de clientes.

Especialistas em finanças pessoais e direitos do consumidor dizem, porém, que a decisão sobre permanecer cliente de uma instituição ou migrar para outra deve levar em consideração outros aspectos além dos juros cobrados nos financiamentos.

É preciso analisar, por exemplo, os preços dos pacotes de tarifas de cada banco. O que levar em conta antes de mudar de banco?

NEGOCIAÇÃO

Antes de transferir sua conta para outro banco, tente negociar condições melhores na instituição da qual já é cliente. Os clientes que têm vários produtos no mesmo banco, como seguros e aplicações financeiras, tendem a ter maior poder de barganha nessas horas.

CUSTO TOTAL


Não são só os juros que determinam o valor das parcelas de um financiamento. A coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci, sugere que o consumidor peça à instituição que informe o custo efetivo total das operações, que inclui, além dos juros, o preço de seguros e impostos, por exemplo.

SERVIÇOS


Pesquise os preços cobrados nos pacotes de serviços dos bancos, sugere a coordenadora da Proteste, Maria Inês Dolci. A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) tem um serviço na internet que permite a comparação das tarifas cobradas pelas maiores instituições financeiras.

RECLAMAÇÕES


Verifique se o banco para o qual quer transferir sua conta é alvo de muitas reclamações dos clientes. Órgãos de defesa do consumidor costumam divulgar todos os anos rankings com as principais queixas. Os bancos estão entre os líderes do ranking do Procon-SP.

CONTRATO

Caso a decisão seja mesmo pela mudança, peça que o gerente do banco para o qual você vai transferir sua conta deixe todas as vantagens claras em contrato, como os juros que serão cobrados nos empréstimos e as tarifas. O encerramento da conta no banco antigo também deve ser oficializado por escrito Clientes antigos também pagarão taxas menores.

Entre os juros reduzidos pela Caixa estão aqueles cobrados no financiamento de veículos, que agora partem de 0,98% ao mês.

 Antes, era cobrada uma taxa de 1,19% ao mês. As taxas novas passaram a valer na segunda (9).
No Banco do Brasil, as novas taxas passam a valer nesta quinta (12). No caso do financiamento de veículos, os juros, que eram de no mínimo 1,24% ao mês, agora partem de 0,99% ao mês.

Os atuais clientes destes bancos que forem contratar financiamentos a partir de agora já pagarão as taxas novas. Quem usa o rotativo do cartão de crédito passará a pagar juros mais baixos na próxima fatura.

No caso da Caixa, clientes que já usavam o cheque especial terão ainda outro benefício. A nova taxa, de 4,27% ao mês, será cobrada retroativamente ao dia 2 de abril.

Clientes de outras instituições que migrarem para estes bancos já passarão a contar, também, com os benefícios. Não existe prazo de validade para os novos juros cobrados.

TROCA DE BANCO TAMBÉM DEVE CONSIDERAR TARIFAS

Trocar de banco apenas por causa da redução dos juros, porém, pode não ser a melhor opção. "É preciso, por exemplo, pesquisar os preços das tarifas de serviços cobradas pelos outros bancos e o custo efetivo total das operações", aconselha a coordenadora institucional da associação de consumidores Proteste, Maria Inês Dolci.

O custo efetivo total deve ser informado obrigatoriamente pelos bancos e mostra o real gasto que o cliente terá com um financiamento, incluindo, além dos juros, o preço de seguros e impostos, por exemplo.

Maria Inês Dolci diz que o consumidor deve analisar, também, o histórico do relacionamento do banco com os clientes, o que pode ser feito acessando-se um ranking de reclamações, como o do Procon-SP.

A dica do consultor financeiro Conrado Navarro é que o cliente vá até o banco para o qual pretende migrar e peça uma simulação de um empréstimo, para que possa comparar com o que paga hoje em outra instituição.

"A mudança pode, sim, valer a pena", diz Navarro. "Mas, para não perder os clientes atuais, os outros bancos tendem a oferecer benefícios, que devem ser analisados."

Até por isso, manter-se no mesmo banco também pode ser vantajoso. Para o professor de finanças pessoais Ricardo José de Almeida, do Insper, os bancos deverão oferecer vantagens, como tarifas menores, para clientes que têm produtos adicionais, como seguros e aplicações financeiras.

fonte: uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...