17 de set de 2011

PR: CURITIBA TEM O MÊS MAIS VIOLENTO DO ANO

fonte: apra

Capital registrou 79 assassinatos em agosto – 52% a mais do que no mês anterior. Chacinas e brigas elevaram o número de homicídios


O mês passado levou Curitiba a atingir o seu pico de violência em 2011. A capital registrou 79 assassinatos (média de 2,6 por dia), 52% a mais do que em julho, segundo balanço da Delegacia de Homi­­cídios. Em agosto, Curitiba registrou uma taxa de 54,1 assassinatos para cada grupo de 100 mil habitantes, índice quase quatro vezes e meia maior que o considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os números não levam em conta as lesões corporais seguidas de morte, confrontos com a polícia e latrocínios. Somando esses casos, a capital teve 90 mortes violentas em agosto e uma taxa de 61,6 óbitos para cada 100 mil habitantes.

Para o ex-secretário nacional de Segurança Pública coronel José Vicente da Silva, as estatísticas comprovam “uma ineficiência da gestão de segurança no Paraná”, cujo reflexo maior é sentido em Curitiba. O especialista avalia que há falhas graves, principalmente na prevenção ao crime.

“Quando você reduz [o número de homicídios], é porque você previne. Se não há redução, é porque está havendo erros no processo [de prevenção]”, afirma. O trabalho preventivo é de atribuição da Polícia Militar, mas, por meio de sua assessoria de imprensa, a corporação informou que só se manifestaria após avaliar os dados.

A delegada Maritza Haisi, chefe da Delegacia de Homicídios, diz que agosto teve duas particularidades que ajudam a entender a escalada das mortes. Uma delas são os homicídios múltiplos (quando mais de uma pessoa morre em um mesmo evento). Foram seis duplos homicídios e uma chacina (com quatro pessoas executadas). Outro aspecto são as brigas em saídas de casas noturnas, responsáveis por sete assassinatos. “Apesar do trabalho de investigação, isso não foi suficiente para fazer frente a esse aumento”, lamentou a delegada.

Para Vicente da Silva, esses fatores não são capazes de dar a medida exata do problema. Agosto superou meses como janeiro e fevereiro que, historicamente, registram mais homicídios por causa do calor e do maior consumo de bebida alcoólica. “A tendência deveria ser de queda em agosto.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...