13/10/2010

POLICIAL MILITAR É MORTO DURANTE ATENDIMENTO À OCORRÊNCIA, EM CURITIBA

fonte: marcia santos


A Polícia Militar do Paraná abrirá uma sindicância e um Inquérito Policial Militar (IPM) nesta quarta-feira (13) para apurar os fatos que circundam a ocorrência que resultou na morte de um policial militar (lotado no 13º Batalhão da Polícia Militar – BPM), atendida no final da noite desta terça-feira (12), no Bairro Fazendinha, em Curitiba. Além do PM, um jovem de 22 anos também foi baleado. O autor dos disparos, Benedito Claudemir Delboni, de 47 anos, também foi atingido, e encaminhado pelo Siate ao Hospital.

Os integrantes das equipes que atenderam a ocorrência relataram que os policiais atendiam a um chamado do sistema 190 de que um homem estaria ameaçando os vizinhos com uma arma de fogo, na Rua Pedro Polatti. No momento que conversavam com os moradores, um homem saiu da residência, totalmente embriagado, e atirando com arma de fogo contra os policiais e as pessoas que ali estavam.

“Durante os disparos o policial foi atingido no pescoço e um vizinho, no abdômen; o policial foi levado ao Pronto Socorro pelo companheiro, e o jovem, pelo Siate”, o Aspirante Ricardo Cruz da Silva, do 13º BPM. O autor dos disparos fugiu. O reforço policial foi chamado e uma equipe da Rondas Ostensivas de natureza Especial (RONE), da Companhia de Choque, conseguiu localizar Benedito nas proximidades.

“Tentamos abordagem, mas ele novamente atirou contra a equipe, que revidou”, conta o tenente Arnaldo Luiz Pereira Filho, comandante da Equipe RONE. Um revólver calibre 38, com numeração suprimida, foi apreendido com Benedito, que já respondia por inquérito. A mulher dele, de 42 anos, também foi detida por co-autoria do crime.
 
O homem de 47 anos foi encaminhado ao Hospital Evangélico, mas também não resistiu.


O Comandante-Geral, no uso das suas atribuições legais e com base no que estabelece o Art. 468 do Decreto nº 7339, de 08 de Junho de 2010 – RISG (Regulamento Interno e dos Serviços Gerais da Polícia Militar), declara Luto Oficial na PMPR, na data de hoje, em razão do falecimento do Soldado QPM 1-0 FABRICIO SBRISSA , no município de Curitiba.


Curitiba, Pr, 13 de outubro de 2010

Coronel QOPM Luiz Rodrigo Larson Carstens
Comandante-Geral

RECOMENDAÇÃO

Considerando que o Art. 468 do novo RISG, Regulamento Interno e dos Serviços Gerais da Polícia Militar, estabelece que “O luto oficial na PMPR, em decorrência do falecimento de militares estaduais ativos ou inativos, terá seu procedimento estabelecido pelo Comandante-Geral”, recomendo:

As unidades que possuam mastros de bandeiras deverão hastear a bandeira insígnia de comandante e a bandeira do Paraná a meio mastro, ficando as demais bandeiras hasteadas por completo, no dia de hoje.


Curitiba, Pr, 13 de outubro de 2010


Coronel QOPM Luiz Rodrigo Larson Carstens
Comandante-Geral

0 comentários:

Postar um comentário

As regras dos comentários são as seguintes:

- Serão rejeitados textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional;

- O comentário precisa ter relação com a postagem;

- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.


* Os comentários são liberados da moderação, com um prazo de 24 horas, os administradores do blogger exercem outros trabalhos e não possuem tempo integral de dedicação ao blogger, desculpem mas só assim é possível.

Aos chorões que acham que temos algo contra a Policia Civil ou determinada OPM, nós só publicamos o que está na mídia com fonte e tudo, não inventamos matérias e não é nossa intenção colocar uma instituição contra a outra, então antes de mandar comentários denegrindo os administradores do Blog, verefique a fonte no final da matéria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem gratuita